Sabores da terra dão o mote a concurso de culinária

 

Um concurso que tem como referência a gastronomia macaense terá lugar na Sexta-feira no Instituto de Formação Turística (IFT). O certame reúne estudantes, cozinheiros e profissionais do sector da hotelaria do território.

1.minchi

Joana Figueira

A gastronomia macaense vai estar uma vez mais em destaque no Instituto de Formação Turística, numa competição que se propõe promover os sabores e os segredos de um património culinário que, no entender de alguns, tem perdido lugar nas mesas dos restaurantes e hotéis do território. A 8ª edição do Concurso de Gastronomia Macaense, destinado a chefs e a profissionais de cozinha, mas também aos alunos de todas as universidades de Macau, terá lugar nas instalações do Instituto de Formação Turística (IFT), em Mong Ha, na próxima sexta-feira. A organização está a cargo da instituição de ensino superior e da Associação Culinária de Macau.

A criação do concurso, em 2010, respondeu à vontade de “manter viva” uma cozinha rica em elementos distintos que denotam um abraço entre o Oriente e o Ocidente, disse ao PONTO FINAL David Wong, professor no Instituto de Formação Turística e fundador da Associação Culinária de Macau. O responsável considera que a fusão que caracteriza a mais genuína das gastronomias locais, especialmente entre os sabores chineses e portugueses, está a “desaparecer lentamente.”

Este ano, participam no certame 12 cozinheiros e profissionais do sector da hotelaria de Macau que representam o Instituto de Formação Turística e empreendimentos hoteleiros como o Wynn Palace, o The Parisian, o MGM, o Sands Cotai, o Galaxy e o Four Seasons.

A regra principal da competição é a preparação, por parte de cada concorrente, de duas receitas macaenses, numa combinação onde se incluem entrada e prato principal. O azeite, o sal, a pimenta, a farinha e o vinho são os ingredientes-base dos pratos, que deverão ser confeccionados num período de duas horas por parte dos profissionais da cozinha: “Os pratos devem ser tão autênticos e tradicionais quanto possível, mas com uma apresentação moderna”, sublinha a organização do concurso.

Do painel de jurados fazem parte responsáveis das cozinhas do The 13, do Wynn Macau, do Grand Lapa e do empreendimento Galaxy Entertainment, bem como um docente do IFT. Os vencedores serão divulgados às 18h, numa cerimónia de entrega de prémios que vai decorrer na Pousada de Mong-Há, do IFT.

Segue-se uma sessão de degustação promovida pelo Consulado Geral da República da África do Sul em Hong Kong e Macau, no qual serão apresentados vinhos e o bife tradicional do país. No que respeita aos vinhos, o objectivo passa por mostrar, em Macau, as castas mais frequentes e as diversas formas de produzir vinho na África do Sul, numa iniciativa que dá destaque à agricultura sustentável.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s