TDM assinala 30 anos da assinatura da Declaração Conjunta com série de reportagens

 

O 30º aniversário da assinatura da Declaração Conjunta, que se assinala a 13 de Abril, deu o mote para a série de sete reportagens assinadas pelo jornalista Gilberto Lopes que serão emitidas na próxima semana. “Declaração Conjunta 30 anos” vai para o ar entre a próxima Segunda-feira e Domingo, na emissora em língua portuguesa Rádio Macau e na TDM Canal Macau.

1.TDM

Os canais portugueses de televisão e rádio da Teledifusão de Macau vão assinalar os 30 anos da Declaração Conjunta que esteve na origem do processo de transferência de soberania do território com uma série de reportagens que exploram as negociações que conduziram à assinatura do acordo, a 13 de Abril de 1987. “Declaração Conjunta 30 anos” é um trabalho jornalístico assinado por Gilberto Lopes e composto por relatos, na primeira pessoa, dos “momentos mais sensíveis e polémicos do processo negocial”.

A série  de sete reportagens conta também com os depoimentos de membros da delegação portuguesa que participaram nas negociações da Declaração Conjunta, como é o caso do embaixador João de Deus Ramos e de Carlos Gaspar, à época assessor político do ex-Presidente da República Portuguesa Mário Soares. O testemunho de António Vitorino, antigo membro do Governo de Macau, também consta do trabalho de reportagem.

Na TDM Rádio Macau, “Declaração Conjunta 30 anos” arranca na próxima Segunda-feira com “Tudo começou em Paris”, reportagem transmitida às 8h30 e às 17h30, horários que se repetem até Sexta-feira. Este primeiro trabalho jornalístico aborda “o reatamento das relações diplomáticas, em 1979”, data em que a questão de Macau começou a ficar definida, escreveu a TDM em comunicado enviado às redacções.

As reportagens que serão transmitidas na Terça e na Quarta-feira – “Data” e  “Nacionalidade” – focam “as duas questões que mais dividiram os negociadores portugueses e chineses” e segue-se, na Quinta-feira, “Uma Só Região Administrativa Especial”, onde se expõe a “ideia inicial da China em criar uma Região Administrativa Especial que juntasse Hong Kong e Macau e do projecto, logrado, de garantir uma transferência de administração simultânea para Macau e Hong Kong, em 1997.

Os negociadores Carlos Gaspar, João de Deus Ramos e António Vitorino são testemunhas da “experiência que tiveram nas conversações com os negociadores chineses”, tema que dá forma à reportagem que será transmitida na Sexta-feira.

No sábado, é salientada a forma como Macau “viveu as negociações”. Em “Macau não foi consultado”, dá-se voz a Jorge Neto Valente, ex-deputado e actual presidente da Associação dos Advogados, e Anabela Ritchie, antiga presidente da Assembleia Legislativa, “que dão conta de que os residentes portugueses e chineses de Macau não foram ouvidos em todo o processo”.

No Domingo, será emitido um depoimento do antigo Presidente da República Portuguesa Aníbal Cavaco Silva, que assinou com líder chinês, Zhao Ziyang a Declaração Conjunta , no Palácio do Povo, em Pequim.

 

No fim-de-semana, na Rádio Macau, as reportagens serão exibidas às 12h e às 16h30. Já na TDM Canal Macau, a série será emitida de Segunda a Domingo depois do Telejornal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s