Marion Sila nos primeiros acordes do 30º aniversário da Alliance Française

 

O calendário de celebrações do 30º aniversário da Alliance Française de Macau tem início no Albergue SCM no próximo domingo, com o concerto “Accordéon Voyageur”, da acordeonista e cantora francesa Marion Sila. A festa prossegue a 15 Julho, data de abertura da instituição no território, com um programa de artistas francófonos ainda não fechado.

Crédit Mirela Petcu_爱奇艺

Sílvia Gonçalves

 

Arrancam com o som melodioso do acordeão, as celebrações do 30º aniversário da Alliance Française de Macau. A 9 de Abril, a instituição francófona apresenta no Albergue SCM, às 18 horas, um concerto da cantora e acordeonista Marion Sila, com um programa pautado pela música tradicional francesa e que inclui ainda reportório próprio da artista. Xavier Garnier, director da Alliance Française, contou ao PONTO FINAL que o ponto alto das comemorações terá lugar a 15 de Julho, data da abertura da instituição no território, cujo cartaz ainda não está confirmado.

“A Marion é cantora e acordeonista, está a fazer uma tournée pela China, convidada pela Alliance Française chinesa. Macau será a sua última actuação. Ela tem viajado muito por todo o mundo a cantar e tocar acordeão. É a primeira vez dela em Macau e na China. Ela vai também à Mongólia”, descreve Xavier Garnier, numa introdução a Marion Sila, que a 9 de Abril se estreia perante o público do território acompanhada do seu acordeão diatónico.

O concerto, explica Garnier, representa o início do programa de celebrações dos trinta anos da instituição em Macau: “Para nós será o primeiro concerto do ano, porque este ano estamos a celebrar o 30º aniversário da Alliance Française em Macau, que cá nasceu em 1987”, recorda.

O director da instituição explica assim a escolha do Albergue SCM para este primeiro concerto: “Pensamos que é um espaço muito amigável, vai acontecer no domingo, ao entardecer. Esperamos que seja um evento amigável e familiar, porque o acordeão é um instrumento popular, divertido. Os jovens vão tocar acordeão ao longo da sessão”, explica.

Sobre o programa que Marion – natural de Manosque, na Provença francesa – apresenta no próximo domingo, Garnier descreve uma escolha que remete para as raízes do cancioneiro francês: “São sobretudo canções tradicionais francesas. A sua música é popular e tradicional. E ela tem o seu próprio reportório, de canção tradicional francesa”, revela, fazendo menção aos temas compostos pela artista.

O momento alto das celebrações acontece a 15 de Julho, dia em que se assinala a fundação da instituição no território, explica Xavier. O plano de actividades não está, porém, confirmado: “A 15 de Julho, no nosso 30º aniversário, vamos convidar alguns artistas franceses, vamos organizar um jantar francês, vamos organizar um outro concerto com um cantor francês, vamos convidar um videógrafo francês, que vai criar uma interacção em vídeo. Podemos também ter um evento em Junho, mas ainda estou à espera de confirmações da Fundação Macau, por isso não posso revelar já. Mas a 15 de Julho teremos as celebrações de certeza”, garante Xavier Garnier.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s