Serviço de radiotáxis define três tipos de listas negras

Cinco dezenas de táxis especiais vão disponibilizar os seus serviços a partir da meia-noite do dia 1.º de Abril, podendo ser recrutados online ou por via telefónica, 24 horas por dia. Os clientes que não se encontrarem no local combinado ou que fizerem chamadas jocosas ou ameaçadoras arriscam-se a ser bloqueados.

1.Macau Business

Elisa Gao

Fotografia: Macau Business;

Tudo preparado: a Macau Radio Taxi Services está pronta para tornar operacionais os seus 50 táxis especiais já a partir da próximo meia-noite. Outra meia centena, lembrou a empresa, deverá começar a circular entre Julho e Agosto. Através do telemóvel, um cliente terá várias opções para chamar um táxi. Mas os passageiros que não se portarem bem arriscam-se a ser incluídos numa das três listas negras previstas.

Para encomendar um serviço, são várias as opções ao dispor do público do território: chamar a linha aberta 288 123 45 (disponível em português, cantonês, mandarim, inglês, japonês e coreano), usar a aplicação para telemóveis que pode ser obtida no Google Play ou App Store ou através da página da empresa na Internet. Os preços têm por base as tabelas do serviço tradicional de táxi, mais uma taxa de cinco patacas para as solicitações efectuadas com menos de uma hora de antecipação. Outra novidade: os condutores não vão aceitar gorjetas.

Os termos do serviço foram divulgados ontem à tarde na sede da empresa, no NAPE. A Companhia de Serviços de Rádio Táxi de Macau instituiu três tipos de listas negras de clientes: uma para quem não esperar pelo táxi no local e hora indicados,  outra para quem cancelar um pedido e ainda uma outra para quem usar os canais disponibilizados para chamadas jocosas ou insultuosas.

Um cliente que faltar a três compromissos num período de um mês terá o seu número permanentemente bloqueado, o mesmo valendo para quem fizer três chamadas impróprias no mesmo dia. Já para os clientes que cancelarem serviços três vezes numa hora, a conta ou número de telefone ficarão congelados por um período de duas horas.: “Não vamos recusar passageiros, porque todos os nossos serviços são computorizados”, garantiu Kelvin U, director geral da empresa. “Mas se alguém requisitar um serviço imediato e mudar de repente o local de recolha da Península para a Taipa ou Coloane, o que não faz sentido, teremos o direito de recusar e sugerir que faça um novo pedido”, acrescentou.

De acordo com as previsões da empresa, os 50 táxis disponibilizados na primeira fase vão proporcionar mais de 1400 serviços diários. Desde o início do período experimental, a 16 de Março, (em que operaram de forma gratuita), os radiotáxis receberam mais de 18 mil chamadas e entre 20 e 30 mil solicitações através de aplicação móvel.

A empresa já investiu, até ao momento, 60 milhões de patacas no projecto: “Estamos a pensar recuperar o investimento apenas dentro de dois ou três anos, incluindo os custos com recursos humanos. Agora, vamos focar-nos em servir a população local e, se houver mais procura pela sociedade, vamos requisitar ao Governo mais licenças de táxis mais tarde”, afirmou U.

Os clientes ficam impedidos também de transportar pássaros, galinhas e outros animais e vão ser multados em 800 patacas no caso de vomitarem ou urinarem dentro do veículo. Comer ou fumar também não é permitido. Os métodos de pagamento incluem numerário ou pagamento electrónico – através do Macau Pass, do Alipay, do Quick Pass ou de cartões Visa, Master Card e Union Pay.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s