Hong Kong: Activistas condenados por desrespeitarem ordem do Tribunal

 

3.Alvin Cheng.jpg

Dois activistas pró-democracia da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong, entre os quais se incluem Alvin Cheng, do grupo Civic Passion, foram ontem condenados por impedirem que oficiais de justiça desbloqueassem um local de protesto em Mong Kok durante o movimento “Occupy”.

Alvin Cheng, que foi candidato ao Conselho Legislativo nas eleições de Novembro do ano passado, foi condenado a três meses de prisão, enquanto Au Yuk-kwan foi sentenciado a uma multa de 10 mil dólares de Hong Kong e um mês de prisão com pena suspensa durante um ano, segundo a imprensa de Hong Kong.

Os dois activistas estavam entre um grupo de 17 pessoas acusadas de desafiarem a ordem do tribunal para a remoção das barricadas das ruas em Novembro de 2014. Cheng e Au Yuk-kwan, tinham-se declarado culpados em tribunal, enquanto outros declararam-se não culpados.

O juiz do tribunal superior Andrew Chan Hing-wai disse que uma sentença dissuasora era necessária para acções de grande escala que desafiem ordens judiciais, de modo a proteger o Estado de Direito.

“A vossa conduta não embaraça este tribunal, desafia a sua própria existência”, disse o juiz.

A sentença dos dois coincidiu com o primeiro dia em que nove líderes do movimento pró-democracia Occupy Central, em 2014, acusados de perturbação da ordem pública, foram presentes a tribunal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s