IC tem 30 dias para apresentar relatório a Alexis Tam sobre más práticas denunciadas pelo CCAC

 

3.Institu.jpg

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura confessou-se ontem “surpreendido” com as  más práticas expostas em meados do mês num relatório do Comissariado Contra a Corrupção (CCAC) relativas à contratação de pessoal para o Instituto Cultural (IC). Alexis Tam disse ter sugerido “ao IC para ter uma postura mais correcta”, tendo exigido que seja desencadeada uma averiguação interna.

“No período de 30 dias o presidente tem de me apresentar um relatório. E os meus assessores jurídicos vão analisar o relatório e vamos ver como vamos resolver a situação”. O governante acredita que Guilherme Ung Vai Meng teria conhecimento da investigação aquando do seu pedido de demissão: “Eu penso que o ex-presidente soube porque também estava sob investigação, ele soube perfeitamente. Mas como já saiu, não queria levantar esta questão, porque para nós o que é importante é resolver este problema”.

Já o secretário, reitera que nada sabia: “Eu não sabia, como ele tinha dito que queria ser artista e não responsável ou gestor do Instituto Cultural, portanto tinha pedido a demissão”. S.G.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s