Natália Correia homenageada na sua terra natal

 

2.Natalia

Artistas de diferentes disciplinas vão subir na quarta-feira ao palco do Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, nos Açores, para prestarem homenagem à poetisa Natália Correia, num espetáculo na sua terra natal, foi este domingo anunciado.

“É um espectáculo multidisciplinar, entre a dança, o teatro, a música, o vídeo, que concorrem para um evento no seu todo que pretende ser uma celebração, uma homenagem à grande poeta e nossa conterrânea Natália Correia”, afirmou à agência Lusa o director artístico do espectáculo, Nelson Cabral, que também é actor.

O espectáculo, intitulado “Poesia em Natália”, está integrado no projecto da Fundação Inatel, que decorre em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, até quarta-feira e inclui também uma tertúlia, uma exposição e animação musical.

Natália Correia nasceu no concelho de Ponta Delgada, em 1923, e fixou residência em Lisboa, onde morreu a 16 de Março de 1993. Foi poetisa, dramaturga, romancista, ensaísta, tradutora, jornalista, guionista e editora, e também deputada.

O director artístico adiantou que o espectáculo vai centrar-se mais sobre o lado literário de Natália Correia e não tanto sobre a sua vida política: “Acho que é um espectáculo para todo o público, porque os artistas de diferentes disciplinas que aqui estão a trabalhar fazem-no com essa preocupação”, referiu Nelson Cabral, acrescentando que se pretende “uma noite de festa e reflexão sobre a mulher poeta”.

Entre os artistas que vão actuar, Nelson Cabral destacou Aníbal Raposo, que tem dois temas com letra de Natália Correia, Zeca Medeiros, a Companhia Ballet Teatro Paz, o grupo de teatro 3+1, o compositor Cristóvão Ferreira e o grupo Coletivo Poesia, entre outros.

O responsável revelou, ainda, que o projecto “Linha da Frente”, de Luís Varatojo e Rui Duarte, vai interpretar o poema “Coro das vozes cativas”, de Natália Correia, recorrendo a música tecno electrónica, e o actor Frederico Amaral vai dar voz ao manifesto, um texto original do escritor Joel Neto: “Quando os autores são bons e os textos são bons é permitido fazer quase tudo com estes textos, e é permitido pô-los através de uma linguagem mais acessível e até mais direccionada para aquilo que nós queremos, que é um espectáculo para toda a gente”, disse Nelson Cabral.

Sem desvendar outros pormenores, para não retirar o efeito surpresa, Nelson Cabral informou que haverá um momento em que a Filarmónica de Nossa Senhora das Neves e o coro infanto-juvenil do Conservatório Regional de Ponta Delgada vão interpretar conjuntamente o hino dos Açores, com letra de Natália Correia.

Também na quarta-feira, no Teatro Micaelense, vai ser inaugurada a exposição de artes plásticas com trabalhos de alunos, baseados na obra de ficção de Natália Correia “Grandes Aventuras de um Pequeno Herói”.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s