Judiciária desmantelou rede de agiotagem

PJ.jpg

A Polícia Judiciária procedeu à detenção de nove cidadãos da República Popular da China, suspeitos da prática de usura. Os detidos, sete homens e duas mulheres oriundos da província continental de Jiangxi, integravam uma rede criminosa que se propunha facilitar a transferência de dinheiro através de um terminal portátil da Union Pay.

O grupo, que procurava angariar clientes no exterior dos casinos da Taipa, operava a partir de um apartamento situado num edifício da Rua de Chaves. A Polícia Judiciária, que procedeu às detenções depois de ter recebido uma denúncia anónima, revistou o apartamento, tendo encontrado mais de três centenas de cartões da Union Pay, um terminal portátil daquela rede chinesa de levantamentos e ainda 350 mil renminbi em dinheiro.

Para além de facilitarem a transferência ilegal de elevados montantes para o território, o grupo agia ainda como uma rede de agiotagem, ao propor empréstimos com juros que chegavam a atingir os dez por cento. A Polícia Judiciária suspeita que a rede estivesse a operar em Macau há mais de nove meses. A organização está ainda no encalço do cabecilha do grupo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s