Internet: Utilização da fibra óptica disparou em 2016

O número de agregados familiares do território que acederam à Internet através de fibra óptica cresceu 115 por cento durante o ano passado. O número foi ontem avançado pela Direcção dos Serviços de Estatísticas e Censos, no âmbito de um estudo que dá conta do aumento da utilização da Internet por parte das famílias de Macau.

1.Acesso.jpg

Mais de 67.500 famílias – ou 88,6 por cento do total dos agregados familiares do território – fizeram uso da Internet no ano passado, o que indica que o recurso à rede “se tornou mais popular”, referem dados oficiais hoje divulgados.

Ao longo do ano passado, 67.600 agregados familiares utilizaram a Internet, o equivalente a 88,6 por cento das famílias de Macau, uma fasquia que esconde um crescimento de 2,3 pontos percentuais em termos anuais. As estatísticas indicam que “a utilização da Internet entre os agregados familiares se tornou mais popular”, sublinha o inquérito ao uso de tecnologia informática dos agregados familiares.

A taxa de penetração da internet em Macau atingiu 81,6 por cento no ano passado, aumentando quatro pontos percentuais face a 2015, indica um estudo da Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC).

Na faixa etária entre os 25 e os 34 anos, a taxa de penetração da internet alcançou 97,1 por cento, mais 2,1 pontos percentuais face a 2015, acrescenta o organismo.

Segundo a DSEC, 77.900 agregados familiares acederam à internet através da banda larga de fibra óptica. Durante o ano passado o recurso à fibra óptica cresceu de resto cerca de 115 por cento face a 2015. Mais de setenta mil famílias – 71 200, mais exactamente –  ligaram-se à rede global através da banda larga fixa, número que traduz uma diminuição homóloga de 36,2 por cento.

Os mesmos dados indicam que 499.900 indivíduos fizeram uso da Internet, valor que traduz um aumento de 6,2 por cento relativamente a 2015.

A DSEC destaca que mais de metade dos indivíduos com idade igual ou superior a 55 anos (50,8 por cento) utilizaram a Internet em 2016, ou seja, mais 5,2 pontos percentuais em termos anuais homólogos.

Em relação à frequência de utilização da Internet, o inquérito registou uma descida de 1,2 pontos percentuais em relação a 2015, com 93,2 por cento dos utilizadores a aceder à internet diariamente.

Em termos de finalidades de uso, a maioria dos utilizadores (91,5 por cento) usou a Internet “para comunicar” ou para “pesquisas de informação” (61,3 por cento).

O inquérito mostra que 75.800 utilizadores fizeram compras ‘online’, o que reflecte um aumento de 21,7 por cento em termos anuais homólogos.

A mediana da despesa em compras na Internet cifrou-se em mil patacas no quarto trimestre, montante idêntico ao do mesmo trimestre de 2015.

O acesso à internet por telemóvel aumentou 0,6 pontos percentuais, em termos anuais, enquanto o acesso por computador desceu 1,1 pontos percentuais face a 2015, “devido à disponibilização mais acessível de aplicações noutros equipamentos nomeadamente, nos telemóveis”, refere a DSEC.

A amostra abrangeu 1.974 unidades de alojamento ocupadas, com indivíduos de idade igual ou superior a três anos, e foram realizadas 1.574 entrevistas no quarto trimestre de 2016, indica a DSEC.

O período de referência da utilização de tecnologia informática corresponde aos últimos três meses anteriores à entrevista.

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s