Reestruturação industrial deverá custar um milhão de empregos

3.China

O número de postos de trabalho perdidos devido à reestruturação dos sectores do aço e do carvão ascenderá a um milhão em 2017, afirmou ontem o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang.

“É o número a que estimamos que ascenderão as pessoas afectadas pela reestruturação, se somarmos este e o ano passado”, afirmou Li, no encerramento da sessão anual do legislativo chinês.

Entre os afectados, 720.000 pessoas receberam “assistência efectiva”, enquanto algumas centenas de milhares de afectados pela reestruturação não encontraram ainda um novo trabalho.

Li explicou que a China tem um fundo de 100.000 milhões de yuan para assistir os trabalhadores despedidos.

O primeiro-ministro chinês disse ainda que Pequim não permitirá um “desemprego massivo” e que a perda de postos de trabalho gerou “forte pressão sobre o Governo”.

Pequim fixou como meta para este ano criar onze milhões de empregos nas cidades, um milhão a mais do que em 2016, que Li Keqiang diz que servirá para compensar pelos empregos perdidos devido à reestruturação industrial.

Sobre a situação geral do mercado laboral chinês, Li revelou que mais de 7,5 milhões de recém-licenciados entrarão este ano no mercado de trabalho, um “recorde histórico”.

O primeiro-ministro apelou ainda à “responsabilidade social” das empresas chinesas como catalisadoras para a criação de emprego e sugeriu que apoiem os seus antigos empregados com subsídios.

Pequim está a encetar uma transição no modelo económico, visando uma maior preponderância do consumo e do sector dos serviços, em detrimento das exportações e investimento público.

Só na indústria do aço, a China quer reduzir a produção, ao longo dos próximos cinco anos, entre 100 a 150 milhões de toneladas – 12,5 por cento do total produzido pelo país.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s