Condenado a prisão autor de agressão contra funcionário público

3.cigarro.jpg

Uma pena de prisão efectiva de dois meses e meio e uma indemnização de duas mil patacas. Eis o castigo aplicado a um residente de Macau considerado culpado num caso em que era acusado do crime de injúria agravada a um funcionário do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM). O arguido entretanto interpôs recurso da decisão do tribunal.

Foi a 5 de Julho do ano passado que três funcionários do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, de serviço na Praça das Portas do Cerco, viram o arguido a deitar uma ponta de cigarro para a via pública e resolveram intervir. Munidos dos seus cartões de identificação profissional, os funcionários apresentaram-se e pediram a identificação ao prevaricador para levantar o auto de notícia. O homem, no entanto, reagiu dirigindo insultos a um dos funcionários. Apesar de ter sido advertido, o arguido continuou a atirar palavrões. Chamada a intervir, a polícia deteve o suspeito no local.

O arguido negou a acusação e interpôs recurso da decisão judicial, informa o Ministério Público em comunicado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s