PJ deteve 12 cidadãos do Continente por envolvimento em rede criminosa

 

A Polícia Judiciária (PJ) prendeu esta quarta-feira 12 indivíduos oriundos da República Popular da China por suspeitas de envolvimento numa rede criminosa. Os membros do grupo apresentavam-se com cartões de identificação similares aos dos funcionários da Sociedade de Jogos de Macau (SJM) e abordavam transeuntes, oferecendo-lhes empréstimos para que pudessem apostar nos casinos do território. Os indivíduos, todos do sexo masculino, têm idades compreendidas entre os 27 e os 33 anos. Um deles é da vizinha província continental de Guangdong e os restantes são da Região Autónoma de Guangxi.

À emissora em língua chinesa da Rádio Macau, a Polícia Judiciária disse acreditar que os detidos fazem parte de uma rede criminosa que foi criada em Novembro de 2015 e que esteve durante alguns meses activa na ilha da Taipa. As autoridades policiais garantiram ainda que iniciaram diligências e investigações para encontrar os membros do grupo que supostamente ainda se encontram a monte.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s