Marketing na China Continental pode ser decisivo para resultados de 2017

 

principal_201603141246469579ed11d708ac705485a656cb6907ac

As operadoras de jogo de Macau estão cada vez mais bem dotadas para acolher o mercado de massas e começar a tirar partido dele em termos de crescimento económico. A promoção junto de novas zonas e de novos públicos da República Popular da China pode revelar-se decisiva nos próximos tempos, prevê Grant Govertsen, analista da corretora Union Gaming Securities Asia.

Em entrevista publicada ontem pelo portal CalvinAyre.com, o especialista na indústria do jogo não tem dúvidas quanto ao melhor caminho a seguir: “Os que tiverem um maior foco no mercado de massas vão ser os maiores vencedores nestes próximos tempos. Claro, a Sands China e a Galaxy parecem estar à frente e deverão liderar nesse aspecto”, considera.

Em jeito de balanço do que já foi feito, Govertsen considera que, entre os casinos mais novos que abriram no Cotai, já há quem se vá destacando na corrida: “A Fase II do Galaxy tem-se portado muito bem. Mas o Parisian, parece mesmo ter atingido o pote de ouro. Ou, pelo menos, é um exemplo do poder da singularidade e da aposta em algo verdadeiramente diferente e novo para o mercado”, defende.

Muito do que está em causa, na opinião do analista, irá depender de “marketing direccionado para as pessoas certas nas zonas geográficas certas”. Com as operadoras a contarem com um número de quartos de hotel bem superior ao que tinham antes da abertura dos novos empreendimentos no Cotai, é agora possível apelar a novos mercados na China: “O crescimento pode continuar, com base no que já temos visto nos últimos meses, com as operadoras a estarem já a fazer mais algum trabalho pesado em termos de marketing na China Continental no que diz respeito ao mercado de massas”, nota.

Quanto a 2017, as previsões neste momento, com crescimentos abaixo dos 10 por cento, são “bastante modestas”, na opinião do analista: “Isso na verdade, tem em conta ainda uma ligeira contracção no segmento VIP e subidas no mercado de massas em torno dos 11 a 12 por cento”, observa, prevendo também que o Governo possa avançar entretanto com mais regulamentações e restrições que possam ter um impacto negativo no segmento VIP.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s