Stella começou a ser ouvida mas foi dispensada quando juízes se aperceberam que era cunhada de co-arguido

 

Cunhada de Mak Im Tai começou a depor mas acabou por ser interrompida quando juízes se aperceberam da ligação familiar ao co-arguido. Na sessão de ontem do julgamento de Ho Chio Meng foram igualmente acrescentadas novas provas ao processo, com base em depoimentos de testemunhas ouvidas anteriormente.

1.Ho Cho meng.jpg

João Santos Filipe

A sessão de ontem do julgamento de Ho Chio Meng ficou marcado pela interrupção do depoimento da antiga secretária do ex-Procurador, Stella Lou Siu Ian. Após ter respondido a algumas perguntas do Ministério Público, o colectivo de juízes apercebeu-se que a testemunha era cunhada de Mak Im Tai, co-arguido do processo conexo, e esta acabou por ser dispensada.

No entanto, antes, Stella Lou revelou que as reservas relacionadas com viagens e hotéis efectuadas nas empresas associadas aos co-arguidos Mak Im Tai e Wong Kuok Wai, foram realizadas por indicação do então Procurador, Ho Chio Meng.

“Ele dizia-me para fazer as reservas de voos ou hotéis e eu fazia. Na altura nunca pensei que havia um departamento especializado nestas funções”, afirmou Stella Lou.

“Ele não me indicou a companhia, mas deu-me um número de uma pessoa e eu utilizava sempre esse número, que era de uma companhia de relações públicas. Mas nunca me desloquei ao espaço”, acrescentou.

Stella Lou confirmou ainda que recebia as facturas do departamento do Ministério Público responsável pelo pagamento. Nesta fase tinha como tarefa confirma as informações constantes nos recibos.

Foi nesta altura do depoimento – e após ter recebido uma indicação da juíza Song Man Lei – que Sam Hou Fai, presidente do colectivo de juízes do Tribunal de Última Instância, interrompeu o julgamento durante dez minutos para discutir uma “questão jurídica”.

No recomeço, Sam Hou Fai explicou que a testemunha tinha ligações familiares a um dos co-arguidos e que como tal poderia optar por não responder a questões que envolvessem os contratos assinados com as empresas de Mak Im Tai e as eventuais acusações de associação criminosa pelas quais responde. A testemunha confirmou a ligação familiar a Mak Im Tai e optou por não depor.

O Ministério Público ainda tentou insistir na questão da reserva dos bilhetes, feita às empresas às quais Mak Im Tai estava ligado, mas, depois dos protestos da defesa, Sam Hou Fai decidiu não permitir perguntas sobre o tema. Uma decisão que o Ministério Público respeitou: “Vamos prescindir desta testemunha porque acreditamos que conseguimos provar os nossos objectivos através de outras testemunhas e outras provas. Não queremos criar confusões”, afirmou o procurador Chan Tsz King.

Ainda na sessão de ontem do julgamento que envolve o antigo procurador do Ministério Público foram adicionadas novas provas ao processo, relacionadas com o caso do desaparecimento de madeira de aquilária. Neste aspecto, Ho Chio Meng está acusado de um crime de destruição de objectos colocados sob o poder público.

Nas novas provas, baseadas em depoimentos de testemunhas, consta que os dois processos relacionado com a aquilária – que foram investigados pelo Ministério Público após indicação de Ho Chio Meng – foram tratados pelos delegados Wu Hio e Lau Ian Chin, respectivamente. Consta também que Ho Chio Meng “nunca interveio no inquérito na qualidade de magistrado do Ministério Público e por despacho” nem tentou “dirigir pessoalmente o inquérito”.

Outra informação é que Ho Chio Meng nunca realizou qualquer perícia à madeira em questão, contrariando um dos argumentos utilizado pelo antigo procurador para justificar ter levado as peças de aquilária para o seu gabinete.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s