David Kong Cardoso estreia-se na 2.ª Divisão portuguesa e abre as portas à Selecção de Macau

 

O futebolista de 22 anos fez a estreia com as cores do Sp. Braga B na 2.ª Divisão portuguesa. Contra a antiga equipa – o Cova da Piedade – David Kong Cardoso actuou os noventa minutos como lateral-direito.

1-david-kong

João Santos Filipe

O dia 28 de Janeiro de 2017 vai ficar na memória de David Kong Cardoso, futebolista nascido no território que realizou a sua estreia no Campeonato de Futebol da 2.ª Divisão de Portugal. O atleta local jogou como defesa-direito numa partida diante da sua anterior equipa, o Cova da Piedade, localidade onde o jogo se realizou. No final as duas formações terminaram empatadas a um golo.

“Estava um pouco ansioso antes do jogo, como é normal. Era a estreia na 2.ª Liga e ia jogar contra o Cova da Piedade, que é a minha antiga equipa, onde joguei na época passada”, disse o jogador de 22 anos, ao PONTO FINAL. “Mas o pouco nervosismo antes do jogo passou mal começou a rolar a bola e achei que os 90 minutos passaram depressa de mais. Foi uma sensação de grande felicidade”, afirmou.

O facto de ter realizado a estreia no estádio Municipal José Martins Vieira, casa do Cova da Piedade, fez da partida ainda mais especial: “Assim que entrei no estádio fui reconhecido pelos seguranças, directores, adeptos e senti-me a jogar um pouco em casa”, confessa.

A estreia de David Kong Cardoso aconteceu depois do médio ter sido inscrito pela equipa B do Sp. Braga no último dia do mercado de Verão, em Agosto. Os primeiros minutos da 2.ª Liga são assim vistos como um factor de motivação para o filho do treinador Rui Cardoso, mesmo depois de no sábado ter ficado no banco frente ao Sp. Covilhã, numa partida que os bracarenses perderam por 1-0.

“Foi uma estreia importante porque mostra ao treinador e à equipa que podem contar comigo. Acredito que provei ao mister que sempre que for preciso eu estarei lá para dar o máximo”, explicou. “Se vou jogar mais? Não sei mas espero que tenha começado a conquistar um lugar nas escolhas do treinador”, acrescentou.

Sobre o facto de ter jogado como defesa-direito, David Kong Cardoso afirmou que é uma posição à qual se está a adaptar, contando com o conhecimento nesse lugar do treinador, o ex-lateral direito de Sporting, Sporting de Braga e Vitória de Guimarães, Abel: “A minha posição é médio, mas o treinador Abel tem apostado em mim como defesa-direito. Pelo facto de ele também ter jogado nesta posição nota-se que tem um conhecimento muito profundo sobre as tarefas que tenho de desempenhar”, comentou.

Na conversa com o PONTO FINAL, David Kong Cardoso abriu também a porta para participar na fase de qualificação para a Taça Asiática com as cores de Macau, que já defendeu quando tinha 14 anos. A selecção orientada por Joseph Tam inicia a participação na prova a 28 de Março no Quirguistão: “Se me convidassem acho que a minha resposta ia ser positiva. Mas depende sempre do convite do seleccionador e da autorização do Sp. Braga”, admite. “Tenho de compreender que representar Macau não é como os meus colegas que representam Portugal e vão a Lisboa. É uma deslocação ao outro lado do mundo por isso teria de ser falada com o Sp. Braga”, frisa.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s