“A China é o país onde fazemos coisas no mundo”

 

Segue de vento em popa , a parceria entre a EDP e a China Three Gorges. A garantia é dada por João Marques de Cruz. O director executivo da EDP Ásia diz que a joint-venture constituída pelas duas empresas para o mercado peruano das energias limpas está prestes a empreender a construção de uma barragem no país.

1.EDP.jpg

Marco Carvalho
marco.pontofinal@gmail.com

A Hydro Global Peru, empresa constituída pela EDP e pela China Three Gorges (CTG) para explorar o mercado peruano das energias limpas, deve dar muito em breve o pontapé de saída no projecto de construção de um empreendimento hidroeléctrico no país, adiantou ao PONTO FINAL João Marques da Cruz, director executivo da EDP Ásia.
Em Agosto último, a eléctrica portuguesa assinou um acordo com uma empresa estatal peruana – a Empresa de Generácion Eléctrica San Gabán – tendo em vista a construção de uma barragem hidroeléctrica na região de Puno. A estrutura, que terá capacidade para produzir 206 megawatts de electricidade e deverá custar qualquer coisa como 387 milhões de euros, permite o reforço da presença da EDP e da China Three Gorges na América Latina. Ao PONTO FINAL João Marques da Cruz adiantou que a Energias de Portugal está muito próxima de conduzir um investimento a que está associado um contrato de concessão válido por 30 anos: “Já temos a concessão da barragem e estamos muito perto de fazer esse investimento. É um dos exemplos [da cooperação entre a EDP e a China Three Gorges]. Não é o único, mas este está neste momento em cima da mesa”, sublinha.
Para além do Peru, a EDP e a gigante chinesa do sector energético exploram projectos direccionados para as energias limpas em países como o Brasil (onde o investimento se centra nos recursos hidroeléctricos) ou a Polónia e a Itália, mercados em que o investimento foi direccionado para a energia eólica. As duas empresas não descartam, de resto, a possibilidade de virem a investir conjuntamente noutros domínios, ainda que o sector das energias limpas se mantenha o sustentáculo da parceria: “Equacionamos estar conjuntamente noutras componentes do mercado energético, nomeadamente na distribuição. É um processo que admitimos mas, de facto, a origem deste processo são as energias limpas”, assume o director executivo da EDP Ásia. “A China Three Gorges só investe em energias limpas e a EDP, o seu track record de produção de energia sem carbono é também assinalável”, esclarece.
A China Three Gorges é proprietária de 21,35 por cento do capital da Energias de Portugal. Em Junho último, após o fim do período de black out definido no acordo que pautou a entrada da gigante chinesa na estrutura accionista do grupo português, o vice-presidente executivo da China Three Gorges International reconheceu que as expectativas que o grupo tinha quando investiu na EDP “foram cumpridas”. Na altura, Wu Shengliang excluiu, no entanto, um reforço da participação da empresa na companhia eléctrica lusa. Do lado da EDP, o entusiasmo com a parceria com o grupo CTG não esmoreceu. João Marques da Cruz encara a empresa chinesa como uma parceiro de longo prazo e sublinha que com a entrada da China Three Gorges no capital da energética portuguesa, a EDP ganhou ambição global: “Para nós, a China é fundamentalmente o país onde está o nosso parceiro estratégico, onde fazemos coisas no mundo. É mais isso do que a EDP a investir na China. A natureza do mercado chinês é muito específica e as oportunidades estão, sim, no resto do mundo e estamos conjuntamente com a China Three Gorges a investir no mundo. Temos imensos exemplos de investimento em conjunto pelo mundo fora”, remata o director executivo da EDP Ásia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s