Jetco cria plataforma para transferências bancárias por telemóvel

O Director Executivo da empresa reconhece que Macau ainda está numa fase muito inicial no que diz respeito aos pagamentos por telemóvel. A Jetco aposta numa plataforma da índole em conjunto com sete bancos locais. Entre as entidades bancárias que se associaram à iniciativa está o BNU.

1-jetco

João Santos Filipe

A Jetco vai colocar no mercado uma plataforma que permite a realização de transferências bancárias através do recurso a telemóveis. A plataforma foi apresentada ontem e vai ser lançada durante a segunda metade do corrente ano.

Entre os parceiros da empresa nesta iniciativa estão o Banco Nacional Ultramarino, o Banco Comercial de Macau, o Tai Fung, o Banco da China, o ICBC, o Banco Luso Internacional e o OCBC Wing Hang.

“Actualmente para se fazerem transferências ou se vai ao balcão ou utilizam-se as máquinas de multibanco. Mas nós estamos a oferecer uma alternativa segura. A plataforma é semelhante à de outras plataformas como o WeChat, mas uma coisa positiva é que não é necessária uma carteira electrónica”, afirmou Angus Choi, CEO da Jetco.

Numa fase inicial, o serviço vai limitar-se às transferências bancárias. No futuro, através da plataforma os utilizadores vão poder incluir outras opções e tipos de pagamentos, incluindo a partilha de contas: “Macau ainda está numa fase de desenvolvimento muito inicial no que diz respeito aos pagamentos por telemóvel. Por enquanto ainda estamos a funcionar ao nível das transferências bancárias. No futuro vamos introduzir opções que permitam partilhar uma conta”, frisou.

Os limites diários para as transacções ainda não estão definidos, sendo que a Jetco está ainda dependente de uma decisão da Autoridade Monetária de Macau, instituição que regula os serviços de natureza financeira. Porém Angus Choi deixou o desejo que o limite se possa aproximar de 6 mil dólares de Hong Kong, à semelhança do que acontece em Singapura: “Ainda vamos ter de discutir os limites com a AMCM. Mas possivelmente serão mais altos do que os de Hong Kong, que são actualmente de 5 mil dólares de Hong Kong. Em Singapura o limite é de 6 mil patacas, e prevejo que o limite por dia seja semelhante a este”, explicou.

O foco nos pagamentos por meios electrónicos por telemóvel tem sido um dos métodos frequentemente mencionados na Assembleia Legislativa. Actualmente o Governo encontra-se a trabalhar num regulamento que vai definir as condições para as formas de pagamento electrónico.

Nesta primeira fase as transferências vão restringir-se ao espaço de Macau, não sendo por isso possível transferir dinheiro desta forma para a República Popular da China ou para Hong Kong. A plataforma aceita pagamentos e transferências em patacas e dólares de Hong Kong, sendo que a cobrança das taxas de conversão são definidas pelos próprios bancos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s