FAOM diz que operadoras devem aumentar ordenados até sete por cento

A Federação das Associações dos Operários de Macau espera que as operadoras de jogo aumentem os salários dos trabalhadores entre cinco e sete por cento. O  valor vai ao encontro das expectativas dos empregados do sector.

1.Macu.jpg

Elisa Gao

 

Entre 27 de Dezembro e 6 de Janeiro a Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM) realizou um inquérito sobre as expectativas de 7 646 trabalhadores da indústria do jogo em relação a um eventual aumento de salários. O estudo abrange todas as operadoras e concluiu que 97,6 por cento – ou seja 7 172 trabalhadores – esperam um aumento salarial de entre cinco e sete por cento.

“Nos últimos dois anos, as empresas do jogo fizeram alguns ajustamentos, como a mudança de empregados do departamento de jogo para os departamentos não-jogo, o que fez com que a intensidade do seu trabalho e pressão aumentasse. Vimos que os trabalhadores remaram com as operadoras durante o tempos difíceis”, disse o vice-presidente Leong Sun Iok, numa conferência de imprensa.

Leong espera que as operadoras assumam um papel de protagonismo quanto aos aumentos salariais ao longo deste ano: “Os empregadores e trabalhadores das outras indústrias vão estar a observar o que se passa no sector do jogo para terem uma motivação em relação ao aumento dos salários em todas em indústrias”, frisou.

No dia de ontem representantes da FAOM tiveram um encontro com uma das operadoras de jogo, cuja identidade não quiseram revelar, que respondeu de forma positiva ao pedido de aumento salarial. Sobre este assunto Leong afirmou que espera que as outras cinco operadoras anunciem boas notícias para os seus funcionários.

O ano ainda vai no início e a Sociedade de Jogos de Macau já anunciou um aumento no subsídio de subsistência em 2016. A Wynn Macau, por sua vez, revelou o pagamento de um bónus de Inverno. No entanto, nenhuma operadora anunciou ainda um aumento dos ordenados.

De acordo com a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), a inflação em 2015 foi de 4,56 por cento, sendo que nos primeiros 11 meses do ano passado ficou-se pelos 2,46 por cento.

Já o vice-presidente da FAOM, Kelvin Choi Kam Fu –  que é igualmente o director-geral da Associação de Empregados das Empresas de Jogo de Macau – defendeu que um aumento de entre cinco e sete por cento é razoável porque a inflação acumulada nos últimos dois anos ficou acima de sete por cento. Além disso, explicou, desde Agosto do ano passado que a indústria está em recuperação.

Kelvin Choi explicou que o inquérito foi feito a pessoas em diferentes posições na hierarquia dos casinos, incluindo trabalhadores como seguranças e funcionários de limpeza, que têm salários menores: “Devido à diferença entre estes funcionários com trabalhos não-qualificados e o departamento do jogo, eles revelaram o desejo de ter aumentos mais significativos”, afirmou Choi. “Apelamos para que as companhias do jogo dêem um aumento maior nestes casos”, frisou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s