Mundial de 2016 vai ser disputado por 48 equipas

3-figa

O Conselho da FIFA, órgão que substituiu o Comité Executivo do organismo que chama a si a tutela do desporto-rei a nível mundial, aprovou esta terça-feira, por unanimidade, o alargamento da fase final do Mundial de futebol, a partir de 2026, de 32 para 48 selecções, distribuídas por 16 grupos de três equipas.

Nesta segunda reunião do novo Conselho da FIFA estavam em cima da mesa três propostas: manter o formato de 32 selecções e alargar para 40 ou 48 selecções a partir da edição de 2028.

“O Conselho da FIFA decidiu por unanimidade 48 selecções no Mundial a partir de 2026: 16 grupos de três equipas”, refere o organismo na sua conta oficial no Twitter.

A decisão já suscitou críticas por parte do presidente da liga espanhola de futebol. Javier Tebas criticou a proposta da FIFA, aprovada hoje pelo Conselho do organismo, em entrevista ao diário francês L’Equipe.

Para Tebas, o presidente da FIFA, Gianni Infantino, “comporta-se como [Joseph] Blatter”, seu antecessor, que se demitiu em 2015 após o escândalo de corrupção que abalou o organismo: “Infantino comporta-se como Blatter, que tomava as decisões sozinho, sem se preocupar com ninguém”, avaliou Tebas, acrescentando que os clubes estão “muito incomodados”.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s