Associação do sector do jogo pede aumentos de pelo menos cinco por cento

 

O director-geral da Associação de Empregados das Empresas de Jogo Macau, Kelvin Choi Kam Fu, revelou que a organização está a fazer um esforço para conseguir um aumento para os trabalhadores das operadoras de jogo. O organismo pede que os salários dos funcionários do sector subam entre 5 e 7 por cento.

1.Gaming.jpg

Elisa Gao

A Associação de Empregados das Empresas de Jogo Macau está a apelar para que as empresas do sector ofereçam aumentos aos seus trabalhadores que variem entre os cinco e sete por cento, de acordo com o director-geral do organismo, Kelvin Choi Kam Fu.

Kelvin Choi revelou que a associação fez uma sondagem junto de sete mil trabalhadores do sector e que estes indicaram que pretendiam um aumento daquela ordem. A revelação foi feita durante uma conferência de imprensa da associação, realizada ontem no edifício da Federação das Associações dos Operários de Macau, na Rua do Almirante Sérgio.

Além disso, o organismo enviou cartas às concessionárias, tendo obtido uma resposta positiva de uma das operadas, cuja identidade Kelvin Choi não quis identificar devido ao facto da medida ainda não ter sido adoptada. Em 2016 apenas a operadora Sands China aumentou o salário dos seus funcionários.

“Sentimos que durante estes últimos dois anos, com a inflação acumulada, os apelos dos trabalhadores, o crescimento das receitas e a estabilização do sector que já existem condições económicas para compensar os trabalhadores pelo aumento da inflação”, afirmou Kelvin Choi, à margem das celebrações do Dia da Federação das Associações dos Operários de Macau 2017.

Sobre o aumento de entre cinco e sete por cento, o director-geral da Associação de Empregados das Empresas de Jogo Macau considerou que é “sensato”: “Com base no crescimento da inflação nos últimos dois anos,  a recuperação do sector do jogo, que está cada vez mais estável, sentimos que este aumento é sensato e que as operadoras de jogo têm capacidade para implementá-lo”, frisou.

As celebrações do Dia da Federação das Associações dos Operários de Macau 2017 começaram a três de Janeiro e vão prolongar-se até Abril. No dia 15 deste mês, a Federação das Associações dos Operários de Macau vai realizar uma série de eventos na Escola Secundária Tecnico-Profissional da Associação Geral Dos Operários de Macau.

As actividades foram concebidas e vão ser coordenadas por oito das associações que fazem parte da federação, vão decorrer em todas as sedes locais e incluem visitas no Ano Novo Chinês, questionários sobre a indústria, aulas sobre saúde e ainda visitas a escolas.

Além disso vai ser realizada uma votação online para que as pessoas possam escolher as 10 notícias que melhor representam a luta pelos direitos laborais ou os casos menos sensatos. O vice-presidente da Federação das Associações dos Operários de Macau, Kong Loi Fai, espera que com esta actividade os trabalhadores e os cidadãos fiquem mais alerta para a necessidade de protegerem os seus direitos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s