Escolas de condução contestam aumento das tarifas cobradas pelo Governo

image

 

Inesperado e pouco razoável. É assim que o vice-director executivo da Associação das Escolas de Condução de Macau, Ku Ion Heong, se refere ao aumento, imposto pelo Governo, dos custos de renovação das licenças de operação de escolas de condução. Em declarações à emissora em língua chinesa da Rádio Macau, o responsável contestou ainda o aumento dos custos de renovação das licenças de ensino que os instrutores necessitam pontualmente de solicitar junto da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego.

Ku Ion Heong acusa o Governo de ter decidido os aumentos sem consultar os parceiros da sociedade civil, contribuindo para um aumento exponencial dos custos operacionais das escolas. O responsável adiantou que os responsáveis pelos estabelecimentos estão a discutir o eventual aumento dos preços cobrados pelos serviços prestados, ainda que não tenha avançado aos microfones da Ou Mun Tin Toi com um valor concreto.

O dirigente acredita que um eventual aumento não vai prejudicar a viabilidade económica das escolas de condução, uma vez que a carta de condução é cada vez mais um requisito incontornável para as gerações mais jovens.

De acordo com os novos regulamentos, o custo da renovação das licenças de operação das escolas de condução duplica, passando das mil para as duas mil patacas, sucedendo o mesmo com o preço da renovação das licenças dos instrutores, que passam das 300 para as 600 patacas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s