Mundial de Clubes: Real Madrid na final com golos de Benzema e de Cristiano Ronaldo

O campeão europeu derrotou o Club América por duas bolas a zero e alcançou a final do Campeonato do Mundo de Clubes, prova que venceu há dois anos. No domingo, os merengues defrontam o estreante Kashima Antlers no encontro decisivo da competição.

1-real

Um golo nos descontos do primeiro tempo e outro já para lá dos 90, marcado por Cristiano Ronaldo, colocaram ontem o Real Madrid na final do Mundial de clube de futebol, com um triunfo sobre o Club América (2-0).

Em Yokohama, no Japão, o francês Karim Benzema colocou o campeão europeu em vantagem, aos 45+2 minutos, e o avançado português sentenciou o encontro no terceiro minuto dos descontos da segunda parte.

O golo do avançado português acabou por marcar a polémica do encontro, uma vez que o árbitro paraguaio Enrique Cáceres invalidou inicialmente o golo por pretenso fora de jogo, depois de ser informado pelo vídeo-árbitro, mas voltou depois atrás na decisão, considerando o tento legal.

Perante o conjunto mexicano, campeão da Confederação da América do Norte, Central e Caraíbas, o Real Madrid pareceu ter sempre o encontro controlado e criou várias oportunidades de golo, mas esteve perdulário, com destaque para Ronaldo, no primeiro jogo depois de ter recebido a Bola de Ouro.

Aos 26 minutos, após um cruzamento de Lucas Vázquez, um dos melhores em campo, o avançado português cabeceou ao poste, e sete minutos depois rematou forte de fora da área para uma defesa apertada de Muñoz, que viu Benzema colocar a bola no fundo da baliza, mas em fora de jogo.

Numa das melhores jogadas da primeira parte, o Real Madrid acabaria por chegar à vantagem, aos 45+2 minutos, com Benzema, com uma excelente finalização de primeira, a dar a melhor sequência a um lance de Luka Modric e Toni Kroos.

Apesar de alguma melhoria no recomeço da partida, o Club América nunca conseguiu verdadeiramente ameaçar a baliza de Keylor Navas.

No outro lado, Cristiano Ronaldo continuava em busca do golo e, aos 61 minutos, após mais uma combinação com Lucas Vázquez, foi o peito de um defesa dos mexicanos a evitar que o português marcasse.

O pior momento de Ronaldo no encontro aconteceu cinco minutos depois, quando, a cerca de dois metros da baliza e sem ninguém a defendê-la, cabeceou para trás, após mais um cruzamento do ‘inevitável’ Lucas Vázquez.

Já depois de Morata ter tido uma boa oportunidade, com um remate de longe que passou ligeiramente ao lado, Ronaldo marcou finalmente, isolado por James Rodríguez.

No domingo, o Real Madrid, vencedor em 2014, vai disputar a sua segunda final do Mundial de clubes, frente ao estreante Kashima Antlers, em Yokohama, onde, mais cedo, o América e o Atlético Nacional, da Colômbia, disputam o jogo de atribuição do terceiro lugar.

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s