Antigo líder do PCC em Nanjing condenado a doze anos de prisão

2b-yang_weize_3176411b

O antigo líder do Partido Comunista Chinês (PCC) em Nanjing foi ontem condenado a 12 anos e meio de prisão por ter aceitado subornos no valor total de 16 milhões de yuan .

O tribunal intermédio de Ningbo, cidade portuária da província de Zhejiang, decidiu ainda confiscar dois milhões de yuan em activos no nome de Yang Weize, segundo a agência oficial Xinhua: “Os seus ganhos ilícitos devem ser devolvidos ao Estado”, lê-se no comunicado emitido pelo tribunal e citado pela agência chinesa.

Sede de um município com cerca de 8,5 milhões de habitantes, Nanjing é a capital da província de Jiangsu, uma das mais prósperas da China, situada no leste do país.

Em Outubro de 2013, o então presidente da câmara de Nanjing (a segunda figura do poder local, a seguir ao secretário do PCC), Ji Jianye, foi também afastado por corrupção e posteriormente preso.

Mais de uma centena de quadros dirigentes com a categoria de vice-ministro ou superior foram afastados desde que o actual presidente Xi Jinping assumiu a chefia do PCC, em Novembro de 2012

Trata-se de uma das mais persistentes campanhas antic-orrupção de que há memória na China e, pela primeira vez em 65 anos de governo comunista, atingiu um ex-chefe da Segurança (Zhou Yongkang) e um antigo vice-presidente da Comissão Militar Central (general Xu Caihuo).

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s