USJ lança primeiros cursos de diploma de associado em Macau

A Universidade de São José deu ontem a conhecer os primeiros cursos de diploma de associado em Macau, com uma das formações focada na área da Tradução e Interpretação Português-Chinês. Já o novo campus da instituição afiliada à Universidade Católica portuguesa deve entrar em funcionamento em Maio.

1.Padre.jpg

João Santos Filipe
joaof.pontofinal@gmail.com

A Universidade de São José revelou ontem que vai lançar os primeiros cursos de diploma de associado em Macau – conhecidos em inglês como Associate Degrees – nas áreas da Tradução e Interpretação Português-Chinês, Tecnologia Arquitectónica, Design de Produto e Produção de Média. Estes cursos foram apresentados ontem na sede da instituição e permitem ao estudantes obterem equivalência ao segundo ano de uma licenciatura.
“Se olharmos para o desenvolvimento do jogo, este já entrou numa fase de maturidade e os grandes casinos estão quase construídos. Vai ser preciso requalificar algumas das pessoas que trabalham no sector da construção. Estes cursos também se dirigem a essas pessoas”, disse o reitor da USJ, Peter Stilwell.
“O objectivo da Universidade de São José passa assim por ajudar a requalificar as pessoas em Macau e ajudá-las a mudar de carreira. Este tipo de cursos do ensino superior são novos no território, mas são muito comum em Hong Kong e nos países anglo-saxónicos”, acrescentou.
Com a aprovação dos cursos, que vão ter a duração de dois anos, com as aulas a decorrerem em horário pós-laboral, os formados vão totalizar um total de 74 créditos em Macau ou 148 créditos de acordo com o sistema de Bolonha. Ou seja, os estudantes têm depois a oportunidade de se matricular numa licenciatura e ter equivalência ao nível dos créditos, que corresponde a dois anos de uma licenciatura.
No caso do curso de diploma de associado em Tradução e Interpretação de Português-Chinês este vai ser leccionado em inglês, português e chinês mas é vocacionado para os falantes da língua chinesa. O curso foi preparado pelo professor Alan Baxter, responsável pelo departamento de Humanidades da Universidade de São José e tem arranque previsto para 2016/2017.
“Olhando para Macau sabemos que há um mercado mais preparado para traduzir do português para o chinês, devido ao número de falantes. Talvez no futuro possamos pensar num curso para traduzir do chinês para o português”, explicou Alan Baxter.
O responsável admitiu ainda que espera que o curso seja muito apelativo para pessoas que trabalhem na função pública, mas também de outros sectores.
Sobre o novo campus da USJ na Ilha Verde, Peter Stilwell revelou que tem esperança que as inscrições para os cursos, em Maio, já se realizem no novo espaço. O reitor informou ainda que foi feita uma inspecção na última semana aos novos edifícios e que o empreiteiro tem agora um mês para tratar de alguns aspectos da construção. Só depois disso é que as Obras Públicas vão poder emitir a licença de utilização do espaço.

Sobre a mudança, Stilwell afirmou que a Universidade de Macau demorou um ano a transferir-se para o novo Campus, na Ilha da Montanhas, mas que a Universidade de São José, pelo seu tamanho mais reduzido, espera ser mais rápida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s