Residentes de Macau arriscam cada vez mais em termos laborais

3.Macau.jpg

Do universo de 1,308 residentes de Macau com idades compreendidas entre os 21 e os 35 anos que foram entrevistados pela Associação de Gestão de Macau, cerca de 60 por cento admitiu permanecer no mesmo emprego durante um período inferior a três anos.
No relatório deste ano sobre a mobilidade profissional dos residentes de Macau, a associação constatou também que mais de 60 por cento dos inquiridos não foram promovidos nos últimos dois anos e 30 por cento dos que foram consultados nunca foram, sequer, promovidos.
De acordo com a emissora em língua chinesa da Rádio Macau, a Associação de Gestão de Macau referiu que os dados recolhidos reflectem uma grande mobilidade dos profissionais do território e assume que esta situação pode ser consequência da deterioração da economia de Macau, uma vez que muitas empresas suspenderam a expansão ou diminuíram a escala do seu negócio.
A associação sugeriu ainda que as empresas devem, de forma regular, rever e aumentar o valor dos salários e a assistência social, construindo um canal que sirva de diálogo para que empregados e empregadores expressem os seus pontos de vista e as oportunidades de retenção de pessoal sejam reforçadas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s