UM acolhe seminário sobre formação de docentes de português

maxresdefault

A Universidade de Macau realiza hoje um seminário sobre a formação de professores de português como língua estrangeira, que vai reunir especialistas do território, da República Popular da China e de Portugal.

A iniciativa vai juntar académicos “da área de ensino/aprendizagem e de aquisição de língua estrangeira, os quais vão abordar a questão da construção de um sistema científico e profissional de formação de professores de português, de modo a responder à procura de quadros qualificados bilingues e aos desafios que Macau enfrenta no século XXI”.

“Sendo Macau considerada a ponte entre a China e os países de língua portuguesa, compete-nos contribuir para tornar Macau a base de formação dos quadros qualificados da língua portuguesa na região da Ásia-Pacífico”, refere a Universidade de Macau no mesmo comunicado.

Durante a iniciativa, que decorre durante a manhã de hoje, o Departamento de Português da Universidade de Macau vai também apresentar os resultados do projecto “Quadro de Referência do Português como Língua Estrangeira para Falantes de Língua Materna Chinesa”.

Participam no seminário docentes da Universidade de Macau, Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, Universidade de Estudos Estrangeiros de Pequim e da Universidade de Lisboa.

A Universidade de Macau anunciou que vai criar, na próxima Primavera, um centro bilingue de ensino e formação chinês-português – as duas línguas oficiais da Região Administrativa Especial.

O ensino do português no Continente asiático vai estar em destaque também entre hoje e amanhã no Instituto Português do Oriente. O IPOR acolhe o II Encontro de Pontos de Rede de Ensino de Língua Portuguesa na região do sudeste da Ásia que visa sobretudo a “partilha de experiências”.

“A ideia é poder proporcionar a partilha de experiências profissionais e também as que decorrem de diferentes contextos”, explicou Patrícia Ribeiro, vogal da direção do IPOR, indicando que o encontro apresenta este ano “uma componente mais prática”.

A iniciativa vai fazer convergir no Consulado-Geral de Portugal em Macau 25 docentes, dos quais 10 chegam de fora, nomeadamente de universidades de Pequim, Xangai, Banguecoque, Manila, Hanói e Goa, mas o encontro tem “a porta aberta” a todos os interessados, como salientou Patrícia Ribeiro.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s