“Esta é a hora da Ásia e de mostrar uma perspectiva asiática do mundo”

O 1º Festival Internacional de Cinema de Macau e Cerimónia de Entrega de Prémios (IFFAM) teve ontem início com realizadores de cinema, actores, directores de festivais internacionais e o “jet set” local a desfilar na passadeira vermelha. Para o presidente do júri dos filmes em competição, Shekhar Kapur, “esta é a hora da Ásia e de mostrar uma perspectiva asiática do mundo”. O realizador acredita que este festival pode contribuir para promover essa visão asiática do mundo.

_o6a4635

Fotografia: Eduardo Martins;

Cláudia Aranda

 

Foi em brado que a multidão de jovens reunida à entrada do Centro Cultural de Macau (CCM) recebeu ontem o actor coreano Jang Keun Suk, um dos embaixadores do 1º Festival Internacional de Cinema de Macau e Cerimónia de Entrega de Prémios (IFFAM) na sessão inaugural do evento.

A actriz chinesa Zhang Ziyi (“O Tigre e o Dragão”, de Ang Lee, “Memórias de uma Gueixa”, de Rob Marshall, “O Segredo dos Punhais Voadores”, de Zhang Yimou) foi a senhora que se seguiu a percorrer a passadeira vermelha até à entrada do grande auditório.  O elenco em peso do filme de abertura do festival, “Polina”, chegou de seguida, apresentando-se de braço dado a dupla de realizadores, Angelin Preljocaj e Valérie Müller, mais a protagonista, Anastasia Shevtsova, o actor Niels Schneider e o produtor, Didier Creste. Os elementos do júri que vai avaliar os 12 filmes em competição foram os últimos a percorrer a passadeira vermelha dando lugar, em seguida, ao início da cerimónia de abertura.

Ontem de manhã, em conferência de imprensa, o presidente do júri, o indiano Shekhar Kapur, já havia dado o mote para este primeiro festival de cinema de Macau. Para  Kapur esta “é a hora da Ásia” e de mostrar “uma perspectiva asiática do mundo”: “Acho que este festival é parte disso, é por isso que quero incentivar e quero apoiar o festival de cinema de Macau, porque é um festival de cinema asiático ímpar”, disse Kapur, respondendo à questão sobre como enfrentar a concorrência dos Estados Unidos da América, cuja indústria do cinema quer conquistar a Ásia e a China e como fazer chegar mais cinema asiático ao mundo ocidental.

O realizador e guionista de Bollywood – que dirigiu Cate Blanchet no filme “Elizabeth”, sobre o reinado de Isabel I, rainha da Inglaterra, no século XVI – acrescentou que os canais de distribuição têm também um papel importante para que os filmes asiáticos cheguem a outros destinos: “Os filmes asiáticos não são distribuídos nos EUA. Na Europa são, mas nos EUA é muito difícil conseguir uma distribuição nas salas de cinema. Actualmente 95 por cento de todos os vídeos e filmes não são vistos em sala, mas sim em aviões, na Internet, no YouTube, Vimeo, Netflix. Acho que a distribuição está a mudar e através destas plataformas já estão a chegar a uma perspectiva mais internacional”, disse.

Estas plataformas estão, inclusive, a tornar-se cada vez mais importantes para cineastas independentes, acrescentou o realizador. Os bons guionistas estão cada vez mais a escrever para televisão e este tipo de suportes: “Não estou a dizer que é uma coisa boa, mas para gente como nós que quer fazer filmes e mostrá-los internacionalmente as plataformas digitais são uma boa ideia”, frisou.

Ainda na perspectiva de Kapur, o cinema asiático tem um elemento diferenciador que são as suas narrativas baseadas no misticismo, que estão a inspirar outras cinematografias: “Você olha agora para o cinema ocidental e vê que está a ficar muito influenciado pela narrativa japonesa. É claro que o contrário também acontece”.

Shekar Kapur admitiu que é “muito difícil julgar uma obra cinematográfica”, que um filme é sobretudo uma “experiência emocional”: “Se alguém me perguntar o que fazer, eu direi, ‘responde emocionalmente primeiro’”, antes de avaliar as tecnicidades. “Aprende-se tanto estar num júri, para mim tem sido sempre uma experiência incrível, é difícil porque você tem que ser justo, mas é uma experiência muito gratificante”, concluiu.

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s