China Star Entertainment paga mil milhões por terreno em Nam Van

Empresa presidida por Charles Heung,  a quem no passado foram apontadas alegadas ligações à tríade 14K, comprou o terreno à sua esposa e vai desenvolver um projecto para habitação. No entanto ainda aguarda que o projecto de construção seja aprovado.

Bonhams_11

João Santos Filipe

A empresa China Star Entertainemt, presidida pelo realizador e actor Charles Heung Wah Keung, acordou pagar mil milhões de dólares de Hong Kong por 50 por cento do terreno Lote 7 da Zona C do Plano de Urbanização da Zona da Baía da Praia Grande, em Nam Van. O negócio foi ontem revelado num comunicado à bolsa de Hong Kong e a aquisição foi feita à vice-presidente da própria empresa, que também é esposa de Charles Heung, Tiffany Cheng Ming Yin.

O terreno foi concessionado indirectamente até Agosto de 2026 à empresa Over Profit, através de outra companhia chamada Macau Co, a verdadeira detentora da concessão. Segundo a Planta de Condições Urbanísticas do terreno, que foi aprovada a 15 de Setembro, a construção neste lote destina-se a residências e não pode ultrapassar os 34,5 metros de altura.

Porém, para que as obras possam começar é necessária a aprovação do projecto, o que vai acontecer por fases, como explicou ontem, ao PONTO FINAL, o secretário para os Transportes e Obras Públicas: “A PCU foi aprovado recentemente. Agora vão ter de formular o projecto. Como a PCU já foi aprovada, a construtora vai agora poder submeter o projecto da obra, o que é feito por fases, e quando esse for aprovado, depois é emitida a licença para a construção”, afirmou o secretário, à margem da sessão de ontem, na Assembleia Legislativa.

Segundo a companhia, no preço da operação foi assumido que o projecto teria uma área bruta de 26047 metros quadrados para habitação e uma área de 5200 metros quadrados para estacionamento. Se a área de construção ficar abaixo destes valor, o preço será reduzido proporcionalmente.

 

Projecto devia ter sido completado em 2006

 

Já em 2001 tinha sido aprovado um projecto de construção para este terreno que previa a construção de 25832 metros quadrados de áreas residenciais, 215 metros para comércio e 3930 para estacionamento. Só que o prazo expirou a 21 de Agosto de 2006, sem que fosse aproveitado. Por esse motivo, a empresa está preparada para ter de pagar uma penalização.

O negócio prevê ainda a hipótese da China Entertainment Star aumentar o direito sobre o terreno para 75 por cento, através da compra por 500 milhões da empresa Reform Base, que por sua vez detém 25 por cento da Over Profit. A Reform Base também pertence a Tiffany Cheng.

Os restantes 25 por cento do terreno estão na posse da empresa Agrade Holdings Limited, sedeada  nas Ilhas Virgens Britânicas, e de uma mulher identificada como Wong Hoi Ping.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s