Open de Badminton: Tricampeã P.V Sindhu desiste à última da hora

A indiana Sindhu prefere rentabilizar o tempo e descansar para preparar a participação na Super Series. O certame vai realizar-se no próximo mês no Dubai e entrega um total de oito milhões de patacas em prémios.

1-sindhu

Pusarla Venkata Sindhu, atleta que venceu as três últimas edições do Open de Badminton de Macau, abriu mão da competição à última da hora a pensar nas finais da Super Series, que se realiza no Dubai entre 14 e 18 de Dezembro. O certame dos Emirados Árabes Unidos distribui um prémio de um milhão de dólares norte-americanos, ou seja oito milhões de patacas.

A notícia foi avançada ontem pela agência Press Trust of India e confirmada pelo pai da atleta indiana: “Inicialmente ela estava a planear participar no Open de Macau, mas depois de ter garantindo o apuramento para a final da Super Series, optámos por não participar. Caso ela se deslocasse a Macau depois não ia ter tempo suficiente para descansar e preparar o torneio do Dubai”, afirmou o pai de Pusarla Sindhu, Pusarla Ramana.

“Ganhar ou perder não é o mais importante, mas pelo menos ela deve preparar-se bem para um torneio que tem um nível tal elevado”, acrescentou.

Na sua estreia em Macau, Sindhu – que é a actual detentora do título e que conquistou a medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro – ia ter pela frente a atleta chinesa Yue Han. A partida estava agendada para hoje, sendo que o torneio de Macau tem um total de um milhão de patacas para distribuir em prémios.

A decisão da atleta indiana, de 21 anos, deve-se também ao facto de ter participado nos torneio da China e Hong Kong, que antecederam o evento de Macau. No primeiro evento a jogadora venceu a prova, tendo alcançado a final na vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong.

Na ausência de Sindhu, Saina Nehwal – que é a cabeça de série número um da prova – assume-se como a grande esperança da Índia para conseguir uma vitória em Macau. No entanto, a indiana, de 26 anos, ainda se encontra à procura da sua melhor forma depois de ter sofrido uma lesão no joelho que limitou as suas aspirações durante o torneio olímpico, no Verão.

De resto, a competição arrancou ontem, com o dia a ser particularmente desapontante para os atletas que defendem as cores de Portugal e Macau. A dupla Miguel Pinto e Diogo Silva foi eliminada pelos indonésios Satrya Aditha e Egi Spetian por um duplo 16-21. Já Rui Mendes foi eliminado por Lin Chia Hsuan com os parciais de 6-21 e 9-21.

Em relação aos atletas da RAEM, apenas a dupla masculina Pui Ngai Che e Leong Iok Chong seguiu em frente, por falta de comparência dos malaios Lew Ming Hui e Sim Guo Zheng. No torneio masculino, os atletas Lam Hou Him, Pang Fui Pui, Ao Fei Long, Vong Kok Weng e Wang Hei foram eliminados, à semelhança das atletas I Kuan Ao, Chan Kit Lei e Weng Chi Ng.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s