Operadoras do jogo começam a preparar fundos para investir no Japão

A maioria conseguida pelo partido Liberal-Democrata criou as condições políticas para que a indústria do jogo seja legalizada no Japão. Operadoras, oriundas dos quatro cantos do mundo, começam a preparar-se para no futuro poderem entrar no mercado.

1.tokyo.jpg

Apesar de terem visto as respectivas indústrias de jogo exibirem sinais de recuperação, Macau e Las Vegas correm o risco de ver surgir um concorrente à altura em termos de receitas: o Japão. Esta é pelo menos a hipótese suscitada por um artigo publicado no portal do canal televisivo Fox Business.

De acordo com a reportagem, existe uma tendência entre as operadoras de jogo para começarem a preparar os seus recursos para entrarem no mercado nipónico, caso a legalização do jogo seja, finalmente, aprovada durante esta legislatura.

Já no passado as operadoras norte-americanas presentes em Macau – a Las Vegas Sands, a Wynn Resorts e a MGM Resorts International – tinham manifestado a sua vontade para entrar num dos mercado que se acredita ser dos mais rentáveis do mundo. Tanto a Sands como a MGM mostraram-se mesmo disponíveis para investir 10 mil milhões de dólares norte-americanos em território nipónico.

Por sua vez, a Melco Crown Entertainment, controlada por Lawrence Ho, filho de Stanley Ho, mostrou-se disponível para investir cerca de 5 mil milhões de dólares norte-americanos caso o Governo de Tóquio avance para o licenciamento de unidades de jogo.

De acordo com a Fox Business, as condições políticas são agora mais favoráveis do que nunca para a legalização do jogo porque no verão passado o partido Liberal-Democrata, do Primeiro-Ministro Shinzo Abe, conseguiu uma maioria absoluta nas duas câmaras legislativas, a câmara dos Conselheiros e a dos Representantes.

Antes do Verão, o partido necessitava de coligar-se com o partido budista Komeito, que é contra a legalização do jogo no país do Sol Nascente.

A juntar a estes factores, em Agosto, Shinzo Abe promoveu três membros do partido que são a favor da legalização do jogo para posições de topo, o que pode antever que a proposta vai ser brevemente apresentada às duas câmaras parlamentares do país.

O único senão é que a legislatura termina no final do mês, podendo ser estendida por mais algumas semanas, o que mesmo assim pode não dar tempo suficiente para que a Lei seja aprovada, por agora.

Apesar disso existe o sentimento entre as operadoras que o jogo vai ser aprovado brevemente. Por exemplo, a empresa Genting Singapore vendeu recentemente as suas acções do casino Resorts World Jeju, na Coreia do Sul, para investir no Japão. O mesmo aconteceu com a operadora Bloomberry Resorts que também deixou a Coreia para apostar no mercado nipónico.

A Fox Business cita ainda analistas que dizem que o valor do mercado do jogo no Japão poderia ser de cerca de 40 mil milhões de dólares por ano. Este valor é 40 por cento superior ao actual de Macau, que no ano passado foi de 29 mil milhões de dólares. Porém, em 2013, no seu melhor ano, o mercado da RAEM gerou receitas brutas de 45 mil milhões de dólares.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s