Japão: Autoridades não receberam pedidos de ajuda por parte de turistas locais

fukushima_2081985b

O presidente da Associação de Indústria Turística de Macau, Wu Keng Kuong, afirmou ontem à emissora em língua chinesa da Rádio Macau que, até ao início da tarde de ontem, os agentes da indústria turística do território não tinham recebido qualquer pedido de socorro por parte de residentes de Macau, devido ao terramoto que atingiu segunda-feira a costa oriental do Japão e as zonas litorais das províncias de Miyagi e Fukushima.

Wu Keng Kuong disse que, de acordo com informações iniciais, encontravam-se no Japão, na altura do sismo, grupos turísticos de Macau constituídos por cerca de 300 pessoas, que se encontravam sobretudo de visita a Tóquio e a Osaka. O responsável acrescentou que Fukushima não se encontra na lista de lugares mais visitados pelos grupos de excursionistas do território.

De acordo com o governo japonês, o sismo de segunda-feira teve uma magnitude de 7.4 na escala de Richter, mas o Serviço Geológico dos Estados Unidos disse que o sismo foi de 6.9. O terramoto deu lugar a um alerta de tsunami, o primeiro desde 2012, pouco mais de cinco anos e meio depois da tragédia de 11 de Março de 2011, quando o maremoto despoletado por um sismo provocaram uma fuga na central atómica de Fukushima e o maior desastre nuclear desde Chernobyl, em 1986.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s