Relações sino-americanas enfrentam “ponto de viragem”, diz presidente chinês

A yuan banknote is displayed next to a U.S. dollar banknote for the photographer at a money changer inside the Taoyuan International Airport, Taiwan
A yuan banknote is displayed next to a U.S. dollar banknote (back) for the photographer at a money changer inside the Taoyuan International Airport March 18, 2010. China faces important negotiations over its exchange rate in coming weeks, the U.S. ambassador to China said on Thursday, adding that it was not just the United States that wanted action on the Chinese yuan. REUTERS/Nicky Loh (TAIWAN – Tags: BUSINESS)

O Presidente chinês, Xi Jinping, prevê que a relação que a República Popular da China mantém com os Estados Unidos da América (EUA) atravesse um “ponto de viragem”, conforme afirmou no sábado, no início de um encontro com o ainda presidente norte-americano Barack Obama, em Lima.

“Espero que os dois lados trabalhem juntos para se concentrarem na cooperação, gerirem as diferenças e fazerem com que a transição aconteça sem problemas e que a relação continue a desenvolver-se”, adiantou Xi Jinping, no início de uma reunião bilateral à margem da reunião anual das 21 economias da Ásia e do Pacífico (APEC).

Sem se referir directamente ao Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, Xi Jinping disse esperar que exista uma “transição” sem complicações: “A relação entre os dois países é a mais consequente no mundo. Acredito que uma relação construtiva entre os Estados Unidos não beneficia apenas os nossos povos, mas o mundo inteiro”, sublinhou, por seu lado, Barack Obama.

O Presidente norte-americano disse esperar do encontro com o seu homólogo chinês uma conversa sincera sobre assuntos em que, todavia, diferem. Obama sublinhou que os Estados Unidos e a República Popular da China asseguraram nos últimos anos uma associação efectiva para enfrentarem desafios globais como o crescimento, o desenvolvimento de armamento nuclear pelo Irão, a epidemia do ébola e a luta contra as alterações climatéricas.

Tanto Obama como Xi Jinping reúnem-se este fim de semana com os líderes das outras 19 economias que integram a APEC, um grupo que representa 54 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) global.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s