Passageiro tentou fuga de risco de autocarro preso no trânsito

 

fotohomema-fugir

Farto de estar preso no trânsito, um passageiro de um autocarro abriu uma das janelas do veiculo em que seguia e tentou sair pelos seus próprios meios. Quando estava prestes a deixar a viatura, o homem em causa foi impedido pelo condutor.

 

 

Um passageiro de um autocarro da Transmac tentou ontem sair por uma das janelas do veículo, descontente com o facto da viatura estar retida no trânsito. A situação foi noticiada pela emissora em língua chinesa da Rádio Macau – depois de ter surgido nas redes sociais uma fotografia do incidente – e confirmada pela operadora de transportes públicos.

A situação ocorreu por volta das 10h00 da manhã, quando um passageiro do autocarro 17, que parte das Portas do Cerco, pediu em mandarim ao condutor para abrir a porta porque queria sair. No entanto, o motorista do autocarro, que estava parado há 20 minutos na Rua da Tribuna, não acedeu ao pedido, solicitando ao passageiro que esperasse pela próxima paragem.

Perante a recusa do motorista, o homem decidiu abrir a janela do autocarro e tentar sair pelos seus próprios meios. Nesse momento o condutor reparou que o passageiro, supostamente um visitante do Continente, se preparava para saltar e impediu que tal acontecesse. Contrariado, o indíviduo acabou por ter de sair na paragem seguinte, ou seja na Estrada dos Cavaleiros.

A situação ter-se-á ficado a dever aos condicionamentos do trânsito provocados pelo Grande Prémio. Ontem, pelas 8h00 da manhã, os pontos mais complicados ficaram situados nas Avenidas de Horta e Costa, Ouvidor Arriaga e na zona do Fai Chi Kei. Também na Estrada do Coronel Nicolau de Mesquita, junto ao templo Kun Iam Tong, a circulação se mostrou complicada apesar de haver polícias sinaleiros na zona.

Outra das áreas mais congestionadas situou-se junto à CEM, na ligação entre a Avenida de Venceslau de Morais até à Estrada da Bela Vista, apesar de nesta última via, o trânsito estar excepcionalmente a circular nos dois sentidos. Por volta das 10h00 o trânsito ainda circulava de forma intermitente na zona.

Foi a partir das 10h30, segundo a emissora em língua chinesa da Rádio Macau, que cita a informação do Corpo da Polícia de Segurança Pública, que o trânsito voltou à normalidade.

O CPSP explicou também que as situações mais complicadas se deveram às horas de ponta, quando alunos e trabalhadores se deslocam para as escolas e locais de trabalho.

Para lidar com possíveis complicações de trânsito, o Corpo de Bombeiros tomou medidas especiais na zona da Península de Macau e enviou ambulâncias para junto das três estações de polícia situados no Porto Interior. Em caso de acidentes graves ou incêndios, pelo menos duas ambulâncias vão ser enviadas para os locais em questão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s