Governo japonês pede aumentos salariais ao sector privado

140515-shinzo-abe-1036_e6e3d99f1f298509e2fae5b63cb33baf-nbcnews-ux-2880-1000

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, voltou a pedir ao sector privado para aumentar os salários com o fim de acabar com a deflação crónica que afecta a terceira economia mundial, informou esta quinta-feira a imprensa local.

Pelo quarto ano consecutivo, Abe pediu aos executivos das principais empresas do país que aumentem os salários base dos seus funcionários.

“As subidas salariais no próximo ano são essenciais para continuar o ciclo de crescimento económico”, afirmou o líder conservador, que acrescentou que estes aumentos “devem ser pelo menos tão volumosos como os de 2016”.

O aumento salarial é um dos instrumentos do chamado “Abenomics”, o programa económico do Governo que pretende criar um ciclo de crescimento dos lucros das empresas, dos salários e do consumo para terminar o ciclo deflacionário que afecta o Japão há quase duas décadas.

Durante os últimos três anos, as grandes empresas japonesas de automóveis ou de electrónica deram aumentos aos seus funcionários com contratos sem termo, mas tal não foi suficiente para incentivar em termos gerais o consumo, principal motor da economia nacional.

Em 2015, o salário mensal médio no Japão aumentou 0,2 por cento em termos nominais, mas desceu 0,1 por cento em termos reais, o que representa a quinta queda anual consecutiva.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s