Receitas do grupo “The 13 Holdings” recuaram 30 por cento

3.stephen.jpg

O consórcio The 13 Holdings, que está a construir em Macau aquele que é supostamente o hotel mais luxuoso do mundo, deu ontem a conhecer receitas na ordem dos três mil milhões de dólares de Hong Kong durante o período de seis meses que terminou em Setembro. O montante representa uma queda de aproximadamente 30 por cento em comparação com o período antecedente.

Num comunicado enviado à bolsa da vizinha RAEHK, o grupo liderado pelo excêntrico magnata Stephen Hung anuncia um rombo no valor de 28 milhões de dólares de Hong Kong, um valor que representa, ainda assim, uma diminuição da ordem dos 81 por cento nos prejuízos averbados pela empresa.

O hotel “The 13”, que está em fase de conclusão na zona de Seac Pai Van, foi apresentado dentro e fora de portas como um dos mais luxuosos do planeta. A unidade hoteleira deve abrir portas no primeiro trimestre do próximo ano. O grupo The 13 Holdings espera que o Governo emita até ao final do ano licenças de ocupação. A empresa liderada por Stephen Hung sustenta que está bem posicionada para competir num mercado – o do luxo – que se encontra em abrandamento, graças a um modelo de negocio “que vai provar ser altamente resistente numa conjuntura de queda”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s