Crítica política e social domina trabalhos exibidos no VAFA

“Both Sides Now III: Final Frontiers” é a proposta de artistas do Reino Unido e de Hong Kong, representados pelos colectivos Videoclub e Videotage. A obra é o próximo destaque do festival VAFA. À semelhança de outros trabalhos já visionados, os vídeos abordam “problemas da contemporaneidade com comentário político e social” – uma temática vincada na edição de 2016 do festival, sublinha o director do festival. A projecção é no sábado, na Fundação Oriente.

56-274832-videotage-01

Cláudia Aranda

 

A partilha e o intercâmbio cultural podem “curar” problemas globais fracturantes e, através do vídeo, é possível “redefinir fronteiras” e “aproximar o espaço entre nós”. Esta é a premissa de “Both Sides Now III: Final Frontiers”, que inclui os trabalhos propostos por Videoclub e Videotage, dois festivais parceiros do VAFA International Video Art Festival. Os vídeos vão poder ser visionados no sábado, dia 19, na Fundação Oriente, entre as 17h30 e as 19h30.

O festival este ano tem um denominador comum, que é a crítica e comentário “político e social” e que é transversal a praticamente todos os trabalhos submetidos referiu ao PONTO FINAL o director e curador do festival, José Drummond. A análise dos problemas actuais é também a temática predilecta do colectivo russo AES + F, cujos trabalhos foram já exibidos nesta edição do VAFA, e que têm, descreve Drummond, “uma obra popularizada pelo comentário político e social”.

Também os vídeos dos colectivos Videotage e Videoclub “apontam para a posição de Hong Kong” e para o desenvolvimento dos acontecimentos desde o “Umbrela Revolution”, o movimento de protesto pró-democracia que invadiu as ruas da região vizinha em 2014.

As projecções no sábado incluem filmes com comentários sobre Hong Kong, China Continental, Taiwan, o Reino Unido e a sua saída da União Europeia – o Brexit: “Estes acontecimentos estão a passar-se e apontam para o que disse a Tatiana Arzamasova, do colectivo russo: ‘Parece que o mundo está cada vez mais virado de pernas para o ar’”. José Drummond não considera que os trabalhos projectados mostrem uma visão pessimista do mundo, mas antes uma análise “amadurecida” dos acontecimentos.

A quinta edição do VAFA recebeu um número recorde de trabalhos: um total de 266, por 136 artistas e colectivos de 42 países e regiões. No conjunto destes trabalhos, Drummond ressalta uma linha narrativa comum, “a necessidade de falar do mundo do ponto de vista político e social”, dos “problemas da contemporaneidade e dos factores da globalização”: “Estes trabalhos falam dos atentados terroristas de Paris, que aconteceram há um ano, em Novembro de 2015, da questão dos refugiados”.

Esta é a primeira vez que Hong Kong se faz representar neste evento em Macau através da parceria com o grupo Videotage que, na região, “será a instituição com mais tempo de existência”, fundada em 1986, disse Drummond.

A proposta foi feita este ano ao colectivo de Hong Kong que sugeriu o trabalho em conjunto com a formação do Reino Unido, Videoclub. A sessão de sábado vai mostrar o trabalho de artistas britânicos que “exploram culturas globais e são apaixonados pela cultura da comunicação”. O programa de Hong Kong inclui vídeos da diáspora chinesa e de expatriados em Hong Kong e na China Continental que “visam tornar visíveis fragmentos das suas experiências e romper com a noção de tempo, de espaço e de continuidade”.

O domingo, dia 20, vai ser dedicado à projecção de filmes que não foram seleccionados para integrarem o Festival inaugurado no passado dia 6 de Novembro, mas que pela sua qualidade a organização entendeu que deveriam ser visualizados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s