Os senhores da Guia

 

Felix ROSENQVIST, SJM Theodore Racing by Prema Powerteam 
62nd Macau Grand Prix

Máquinas e ases do volante só amanhã saem para a estrada nos 6200 metros da Guia, mas há nomes que já estão gravados a ouro nos anais da história do traçado do território e fazem, por mérito próprio, parte de um selecto olimpo de lendas do automobilismo que ajudaram a transformar o Grande Prémio de Macau num dos mais apetecidos eventos desportivos do mundo. A vetusta competição já não dispõe do estatuto de “rampa para a Fórmula 1” de que gozava no final da década de 80 e no início da década de 90, mas vencer nas curvas e contra-curvas do Circuito da Guia continua a ser um desafio que não está ao alcance de todos.

Se vencer uma vez é difícil, triunfar por mais do que uma ocasião é o tipo de conquista que ajuda a construir mitos. No próximo fim-de-semana há pelo menos quatro pilotos para quem vencer no traçado da RAEM se tornou algo quase corriqueiro: Felix Rosenqvist, com quem o PONTO FINAL conversou sucintamente durante a tarde de ontem, é o nome que mais depressa aflora à mente, depois das performances insuperáveis que assinou nas duas últimas edições do Grande Prémio de Macau, mas o sueco não está só. Na Fórmula 3, o espanhol Daniel Juncadella e o português António Félix da Costa querem ascender por mérito próprio ao olimpo dos grandes pilotos que competiram em Macau, mas os exemplos de maior perseverança no que toca à prossecução de bons resultados na Guia chegam do domínio das duas rodas. Michael Rutter, o homem que por mais vezes subiu ao patamar mais alto do pódio, regressa ao território para tentar uma nona vitória, mas os números de Stuart Easton em Macau não são menos surpreendentes: o piloto escocês, de 33 anos, já venceu  Grande Prémio de Motos de Macau por quatro ocasiões.

Sem a relevância consignada à Fórmula 3 ou mesmo à Corrida da Guia, a Taça do Mundo de GT tem sido palco, ao longo dos últimos anos, de uma acesa rivalidade entre a Mercedes e a Audi, mas também entre Edoardo Mortara e Maro Engel, dois outros pilotos que firmaram por mais de uma ocasião o nome nos anais do Grande Prémio de Macau. Rosenqvist, Rutter, Easton, Mortara e Engel, pilotos extraordinários e senhores da Guia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s