Festival de Cinema lança programa “Crouching Tigers”

 

João Botelho vai tentar, no próximo mês, em Macau, obter financiamento para o filme “Peregrinação”. O realizador português é um dos doze que viram projectos seleccionados no âmbito do programa “Crouching Tigers”, lançado pelo Festival Internacional de Cinema de Macau. A dupla João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata também foi seleccionada.

1.Botelho.jpg

Nicolas Winding Refn, o brasileiro Karim Ainouz, Lu Chuan e o português João Botelho são responsáveis por alguns dos projectos seleccionados para a edição inaugural do “Crouching Tigers” (“Tigres Agachados” na tradução literal em língua portuguesa), o laboratório de financiamento de produções cinematográficas que integra o programa do 1º Festival Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios de Macau.

O novo “project lab” – nome pela qual o certame é conhecido na gíria da sétima arte – decorre entre 9 e 11 de Dezembro e vai dar a conhecer o potencial de 12 produções cinematográficas ainda em fase embrionária, divididos entre as modalidade de “género”, “autor” e a categoria de “projectos de entidades associadas”.

Os realizadores seleccionados pela organização do Festival terão a possibilidade de interagir com potenciais financiadores e distribuidores, bem como de participar em seminários de guionismo, fóruns temáticos e acções de formação. Os 12 projectos vão estar ainda na corrida por três prémios monetários no valor de 20 mil dólares norte-americanos, atribuídos pela Fox International Productions. Um quarto galardão – no valor de 10 mil dólares – será atribuído pela Ivanhoe Pictures e pela produtora chinesa Huace Media.

De acordo com a comissão organizadora da edição inaugural do Festival Internacional de Cinema de Macau, o novo laboratório foi concebido tendo por base três conceitos, a partir dos quais se estruturou a selecção dos doze projectos candidatos a financiamento. Os responsáveis pela organização do certame privilegiam, por um lado, perspectivas inovadoras na integração de elementos asiáticos nos guiões cinematográficos e nos processos de produção e, por outro, um enfoque no cinema de género, seja na sua forma mais clássica ou nas derivações contemporâneas que tiveram origem na adopção de novas técnicas e novos formatos de produção. Por fim, e já no campo da pós-produção, a organização vê com bons olhos projectos que tenha por base colaborações criativas que possam abrir as portas a parcerias de longo prazo.

O laboratório “Crouching Tigers” é uma das iniciativas que decorrem em paralelo com o Festival Internacional de Cinema de Macau propriamente dito. Entre os parceiros do certame estão o Feestival Sitges, de Espanha, o Blood Window Lab, ligado ao argentino Mercado Ventana Sur e o Frontières Lab, do Canadá.

Entre os candidatos à obtenção de financiamento no âmbito do programa “Crouching Tigers” estão João Botelho e a dupla João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata. Botelho vai procurar garantir apoio financeiro à produção do épico “Peregrinação”, baseado na obra homónima de Fernão Mendes Pinto. João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, por sua vez, procuram financiamento para “San Ma Lo 270, Macau”, o terceiro projecto dos dois realizadores que têm o território como pano de fundo.

 

Laboratório “Crouching Tigers” – Candidatos

 

Projectos de Género:

Breaking Point, Realizador & Produtor : Ham Tran, Produtor: Anderson Le (Vietname-EUA)

Inspector Lou, Realizador: Djo Munga (Reino Unido-Bélgica-República Democrática do Congo)

Neon River, Realizador: Karim Ainouz, Produtor: Fabiano Gullane (Brasil)

Peregrinação, Realizador: João Botelho, Produtor: Alexandre Oliveira (Portugal-França)

Pintakasi, Realizador: Erik Matti, Produtor: Ronald ‘Dondon’ Monteverde (Filipinas)

The Avenging Silence, Realizador: Nicolas Winding Refn, Produtor: Lene Børglum (Dinamarca)

Projectos de autor:

 

A Means To An End, Realizador e Produtor: Yu Lik-Wai, Produtor: François Da Silva, Isabelle Glachant (Hong Kong-China-França-Macau)

San Ma Lo 270, Macau, Realizadores e Produtores: João Pedro Rodrigues & João Rui Guerra da Mata (Portugal)

River Town, Realizador e Produtor : Lu Chuan, Realizador: Jamie Gordon (EUA-China)

 

Projectos das entidades associadas:

O, Realizador: Federico Rotstein & Sebastian Rotstein, Produtor: Daniel Werner (Argentina)

The Long Walk, Realizador: Mattie Do, Produtor: Annick Mahnert (Laos)

The Elderly, Director: Raúl Cerezo, Produtor: Pedro de la Escalera (Espanha)

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s