Mais dois restaurantes de Macau recebem estrelas Michelin

 

Um novo restaurante japonês e um outro especializado na gastronomia de regiões chinesas famosas pelos seus paladares apimentados passam a figurar na lista compilada pelo mais famoso guia gastronómico mundial. Macau conta agora com dois restaurantes de três estrelas, cinco de duas estrelas e 12 de uma estrela.

1-mizumi

O “Guia Hong Kong-Macau 2017” da Michelin promoveu à classificação de duas estrelas mais quatro restaurantes, dois dos quais situados na RAEM. A mais recente edição do famoso guia da restauração foi ontem lançada, abrangendo um total de 238 restaurantes em Hong Kong e 68 em Macau.

Com um total de 80 restaurantes classificados com estrelas nas duas regiões administrativas especiais, o guia atribui a classificação máxima de três estrelas – “cozinha excepcional” – a apenas oito restaurantes, sendo que dois estão situados em  Macau e seis em Hong Kong. Todos eles mantiveram a sua notação na mais recente edição do afamado guia gastronómico.

Assim, Macau continua a contar com a classificação máxima para os restaurantes Robuchon au Dôme, de comida francesa contemporânea, e The Eight, de cozinha chinesa, ambos no hotel-casino Grand Lisboa. Pouco mais de uma centena de estabelecimentos recebem essa distinção em todo o mundo.

Entre os quatro restaurantes de Hong Kong e Macau que foram agora elevados à categoria de duas estrelas – “cozinha excelente” –  figura o japonês Mizumi (na foto), situado no novíssimo resort Wynn Palace, no Cotai, um estabelecimento que oferece elegante cozinha nipónica com ingredientes vindos directamente do Japão e desenvolvida por três afamados chefes baseados na terra do sol nascente: Tsutomu Shimamiya, o mais reverenciado praticante do estilo tradicional edomae de sushi, Kazuhito Motoyoshi, uma das maiores autoridades em tempura do mundo e Junichi Yoshida, reconhecido especialista em grelhados teppanyaki.

O outro restaurante de Macau a subir à categoria de duas estrelas foi o Feng Wei Ju, do hotel Starworld, no NAPE. O estabelecimento oferece três tipos de gastonomias: as picantes cozinhas de Sichuan e Hunan, além de pratos de noodles preparados directamente diante do olhar atento dos comensais.

Os dois restaurantes juntam-se assim aos outros três de Macau que já contavam com duas estrelas Michelin: o Golden Flower, do Wynn Macau, especializado na singular culinária Tan chinesa, o Jade Dragon, do City of Dreams, com a sua reinterpretação da cozinha cantonesa e ainda o The Tasting Room, também no City of Dreams, com um menu francês contemporâneo.

Quanto a restaurantes de uma estrela Michelin – “cozinha de alta qualidade” – , Macau conta agora com uma dúzia, sendo que três deles fazem a sua estreia no guia: o Lai Heen, do Galaxy Macau, o Pearl Dragon, do resort Studio City no Cotai e o Ying, do hotel Altira, todos eles especializados em comida cantonesa.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s