Recuar ao princípio de tudo para deslindar os desígnios da arte

A 12 e 13 de Novembro, entre as 15 e as 20 horas, o Albergue SCM acolhe a segunda edição do Festival Blademark. O cartaz integra a exposição “Regresso à Natureza”, de Fortes Pakeong Sequeira. A mostra reúne 13 trabalhos de desenho e pintura, com que o artista macaense diz ter regressado ao momento em que primeiro se confrontou com a pintura, para questionar o propósito da criação artística.

1-blademark_option2

Sílvia Gonçalves

Na profusão de corpos disformes desvenda-se uma galeria de criaturas resgatadas de uma dimensão onírica e sombria, que encontram sentido nas interrogações do artista. No traço a negro de figuras que transitam entre mundos – no cruzamento entre homens e bichos – dá-se o embate com uma geometria difusa, onde a fluidez das linhas arrisca quase sempre a aproximação a um corpo de mulher. No conjunto de desenhos a tinta sobre papel, nos acrílicos sobre tela inundados de cor, concretiza-se o regresso que Fortes Pakeong Sequeira diz ter cumprido ao princípio de tudo, ao momento inicial em que primeiro ousou acercar-se da pintura. Em “Regresso à Natureza” afigura-se uma tentativa de encontro consigo próprio, uma jornada que para Sequeira se traduz em libertação.

“Eu recuo ao dia em que comecei a pintar e a desenhar, em que me tornei artista. Nesta exposição estou a tentar perguntar a mim mesmo o que nos leva a fazer trabalho artístico e para que serve”, explica Sequeira. “Regresso à Natureza” mais não é que a materialização de uma procura, assume: “É uma pergunta que estou a colocar a mim próprio. Para que serve a arte, para mim? Estou a tentar encontrar a natureza da minha mente e a natureza da minha alma, o verdadeiro eu. Encontrei algo que me interessa, depois de fazer todo o trabalho duro”.

E o primeiro embate com a pintura aconteceu lá atrás, na fase primordial que dita quase sempre um rumo: “Comecei a pintar quando era criança, era muito novo. Quando as pessoas pintam, desenham, especialmente o artista, fazem-no para ganhar a vida, pelo rendimento. Alguns pintam por hobby, são artistas por algo. Mas para mim pintar é apenas pintar, posso encontrar-me, posso libertar a minha alma, a minha energia, quando estou a pintar”, assume.

As peças que expõe, a partir de sábado, no Albergue SCM, resultam de um exercício sem rede: “Nas três pinturas uso o acrílico em estilo livre. Não pensei muito, não planeei o que vou fazer na pintura. Quando vejo aquelas texturas na tela tento imaginar o que deveria pintar ali, é uma maneira engraçada de fazer o meu trabalho. Como uma criança, como alguém que adora imaginar. Os outros 10 trabalhos são tinta sobre papel. Esses desenhos para mim são muito naturais, porque pinto-os sem rascunhos. Apenas deixo as imagens correrem na minha cabeça”, explica.

A mostra surge enquadrada no Festival Blademark 2016, que conheceu a sua primeira edição no ano passado, e que deve o nome à banda de que Sequeira é fundador e vocalista. Com um programa estendido ao longo do fim-de-semana, entre as 15 e as 20 horas, o festival contempla dois dias de concertos, com a actuação dos músicos e bandas Lansin, Kylamary, Ferdinand Choi, Experience, Catalyser, Zenith, e a banda anfitriã, os Blademark. O cartaz integra ainda um mercado de arte e artesanato, bancas de comida e bebida e a projeção do filme “The First Decade of Blademark”.

Fortes Pakeong Sequeira define assim o som de uma banda fundada em 2005: “Nos Blademark tocamos música metal. Agora estamos a mudar o nosso estilo, temos um guitarrista do Japão, um baterista do Canadá, eu e o baixista somos macaenses, temos algum sangue de Portugal. Isto é algo muito interessante para mim. É heavy-metal, não gosto de definir a música que fazemos, mas baseia-se no metal”, conclui.

O Festival Blademark 2016 tem entrada livre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s