Bússola do boxe internacional volta a apontar para Macau

Medalhista olímpico por duas vezes, o chinês Zou Shiming conquistou este fim-de-semana, em Las Vegas, o cinturão de pesos mosca da Organização Mundial do Boxe. O triunfo abre caminho a um eventual regresso do pugilista chinês à Arena do Cotai, no próximo ano.

Prasitak Phaprom, Zou Shiming

As movimentações rápidas de Zou Shiming sobre o ringue foram essenciais para que o pugilista chinês conseguisse somar mais pontos que o tailandês Prasitsak Phaprom, roubando assim o título mundial de pesos mosca da Organização Mundial de Boxe (WBO) ao adversário, num combate que se realizou no passado fim-de-semana em Las Vegas. Quando o árbitro levantou a mão se Zou, bicampeão olímpico, os entusiastas do pugilismo em Macau terão dado pulos de alegria. É que a conquista do primeiro cinturão mundial por parte do melhor boxista chinês da actualidade abre boas perspectivas de um regresso do circuito internacional de boxe ao território.

Quem terá esfregado as luvas de contente terão sido também os pugilistas de Hong Kong, nomeadamente Rex Tso, conhecido como “Wonder Kid” (miúdo-maravilha). É que um cartaz em Macau gera esperanças de um eventual convite para mostrar o seu valor em combates potencialmente lucrativos na Arena do Cotai, o maior dos espaços de entretenimento do Venetian Macao.

Na opinião de Unus Alladin, colunista do jornal South China Morning Post, os nomes de Zou (à direita na foto, no combate com Phaprom) e Tso farão inevitavelmente parte de um próximo evento em Macau em 2017, considerado recentemente como “provável” por  Bob Arum, proprietário da promotora de eventos de boxe Top Rank.

Tso, que lutou em Macau pela última vez no ano passado, celebrou também a sua recente ascensão ao número dois do ranking dos pesos galo júnior da World Boxing Organization, logo atrás do campeão, o japonês Naoya “The Monster” Inoue: “Vamos falar com a Top Rank no final do mês e confirmar tudo”, revelou Jay Lau Chi-yuen, empresário do pugilista de Hong Kong. “Seria um prazer regressar a Macau mas ainda não sabemos nesta altura se isso irá acontecer”, acrescentou.

O empresário explicou que a próxima luta de Tso já estava agendada para o Centro de Convenções e Exposições de Wanchai em Março, mas que esse compromisso seria alterado se surgisse um convite para lutar no território: “Para ser sincero, é muito stressante organizar lutas em Hong Kong e seria preferível lutar em Macau porque a Top Rank organizaria tudo. Apenas teríamos de preparar o Rex para a luta”, explicou o empresário.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s