Dois mil agentes prontos para agir na RAEHK

Hong Kongers protest China government's interpretation of Basic Law

Cerca de dois mil agentes estão destacados para responder a eventuais situações de caos na vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong esta semana, depois de Pequim ter dito que dois deputados pró-independência recém-eleitos não podem tomar posse.

De acordo com o jornal South China Morning Post, que cita fontes das forças de segurança, a polícia reforçou o contingente perante a possibilidade de violência quando decorrerem novas manifestações contra a interpretação que Pequim fez ontem da Lei Básica de Hong Kong.

“Esta medida é para garantir que há pessoal suficiente pronto para lidar com quaisquer ocorrências súbitas esta semana”, disse uma fonte.

“Cada polícia regional terá de garantir que a sua unidade de contingência pode ser reunida em duas horas, em caso de alguma violência de multidões”, disse a mesma fonte. Cada unidade tem mais de 300 agentes.

Após o movimento pró-democracia Occupy Central, em 2014, a polícia criou cinco unidades de contingência regional, bem como uma unidade sede para lidar com protestos de rua.

O Comité Permanente da Assembleia Nacional Popular (ANP) da China considerou ontem que dois deputados pró-independência de Hong Kong não podem repetir o juramento do cargo e tomar posse no Conselho Legislativo da antiga colónia britânica.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s