“Cake designer” do território garante pódio em concurso no Reino Unido

14955921_10153912079586366_6196226708676119908_n

Lídia Lourenço, “cake designer” e directora da loja online “Lina Lenço Dessert”, garantiu este domingo a terceira posição na principal categoria da competição “Cake International”, realizada na cidade inglesa de Birmingham. O certame decorreu entre sexta-feira e ontem.

A confeiteira do território já havia participado nas duas edições anteriores do concurso, tendo conseguido boas classificações em ambas as participações. Este ano, Lídia Lourenço participou no concurso com duas obras, para as quais procurou inspiração na arte escultórica chinesa: “Tive de fazer algo sobre a minha terra. Nestes três últimos anos comecei a estudar melhor a arte da China, então escolhi a escultura chinesa”, contou ao PONTO FINAL. A “cake designer” conseguiu obter uma classificação superior a 98 pontos em ambas as peças, garantindo uma medalha de ouro na categoria dos participantes internacionais.

Na competição que decorreu durante o fim-de-semana participaram profissionais de vários países e territórios, da Polónia à Alemanha, passando por Portugal, Hong Kong, Macau, Taiwan, entre outros.

Uma das duas esculturas com que Lídia Lourenço se apresentou em Birmingham tomou a forma de uma presa de marfim esculpida, uma das mais refinadas representações da arte escultórica chinesa. Trabalhada em chocolate branco, a obra tomou à “cake designer” macaense parte considerável das 220 horas de que necessitou para esculpir os dois bolos. Lídia Lourenço encontra-se em Birmingham há duas intensas e exaustivas semanas: “Trabalhei todos os dias entre 12 a 14 horas. Só parei mesmo à última hora”, disse a confeiteira macaense ao PONTO FINAL.

Os trabalhos foram apresentados na sexta-feira passada, dia em que Lídia Lourenço os teve de submeter ao painel de jurados para serem avaliados. A directora da “Lina Lenço Dessert” disse ao PONTO FINAL que, este ano, o stress tomou conta dela mais do que nos anos anteriores: “Nos dois anos anteriores também obtive o ouro, mas os trabalhos que escolhi este ano tinham um design mais difícil. Tive medo de perder pontos”, explicou.

A competição “Cake International” está aberta a todos aqueles que queiram participar e realiza-se três vezes por ano: duas em Birmingham e uma em Londres. Lídia Lourenço participou no maior dos três concursos. JF

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s