Nova lei impede venda de peças que tenham sido roubadas ou saqueadas

 

0-cavalo

O Governo Central aprovou uma lei que proíbe a venda de relíquias culturais que tenham sido saqueadas, roubadas ou alvo de tráfico ilegal, informou ontem o jornal China Daily.

A nova norma, promovida pela Administração Estatal do Património Cultural, também abarca os objectos de valor históricos recuperados pelas autoridades, os que se encontram na posse de sectores governamentais e os que pertencem a antiquários de capitais públicos, companhias nacionais ou museus civis e militares.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s