Activistas de Macau apresentam petição ao secretário para a Segurança

3-lee

A Associação de Activismo para a Democracia irá entregar esta tarde, no edifício sede da Secretaria para a Segurança, uma petição a respeito do episódio recentemente vivido pelo seu líder. O activista Lee Kin Yun terá sido retido na sua própria casa por agentes que se recusaram a revelar a sua identificação na segunda-feira passada, véspera do dia marcado para um protesto pacífico do grupo, coincidindo com o primeiro dia de visita a Macau do primeiro-ministro chinês, Li Keqiang.

O activista passou várias horas retido na sua própria casa, até ter sido libertado com a ajuda do deputado Au Kam San e da polícia. O activista fala em “confinamento ilegal” e em “terrorismo político” executados por pessoas pertencentes a gangues criminosos.

A polícia acabaria por classificar o caso como “disputa de dinheiro”, mas Lee Kin Yun e a sua associação vão hoje ao gabinete do secretário Wong Sio Chak pedir uma explicação mais convincente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s