Taiwan: Estudante de Macau condenado a 10 meses de prisão

p02-160915-cat

O Tribunal Distrital de Taipé, na Formosa, condenou um estudante originário de Macau acusado de ter matado dois gatos na capital taiwanesa a uma pena de prisão de 10 meses e a uma multa de 350 mil novos dólares de Taiwan, qualquer coisa como 88,1 mil patacas.

Chan Ho-yeung, de 24 anos, já tinha sido expulso da Universidade Nacional de Taiwan (NTU) depois de forte pressão do público, mostrou-se arrependido e pediu desculpas pelos seus actos: matou um gato no ano passado e outro em Agosto deste ano. Ainda assim, o tribunal não foi clemente e aplicou duas sanções acumuladas pelos dois crimes, que violam a Lei de Protecção dos Animais de Taiwan.

Chan foi indiciado em Maio por ter alegadamente agredido até à morte um gato conhecido no bairro como “Big Orange”, que vadiava pela Rua Wenzhou, uma zona famosa por ter cafés que acolhem animais, perto do campus da NTU. O jovem confessou o crime e mais tarde viria a admitir ter matado também no ano passado um gato de nome Ban Ban, que pertencia ao dono de um restaurante vegetariano.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s