Contabilizadas 558 árvores antigas sob protecção

o-que-fazer-em-macau-china-11-pt

O Governo de Macau divulgou, na semana passada, uma lista de 558 árvores antigas e valiosas e que, como tal, deverão ser protegidas como se de património se tratasse. A “Lista de Salvaguarda de Árvores Antigas e de Reconhecido Valor” foi ontem discutida no programa Fórum Macau, da Ou Mun Tin Toi. Leong Kun Fong, membro do Conselho de Administração do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM), explicou que o estatuto de espécies protegidas é determinado pela ciência, história e pelo desenvolvimento urbano. O responsável lembra que a lista tem valor vinculativo e que deve ser respeitada por todos: “Até mesmo os projectos privados devem prestar atenção no caso de o terreno para desenvolvimento possuir árvores protegidas”, clarifica Leong Kun Fong aos microfones da emissora em língua chinesa da Rádio Macau

Foram contabilizadas 555 árvores com mais de 100 anos, das quais 300 podem ser encontradas na Península de Macau, sobretudo nas imediações de zonas residenciais. As ruas estreitas, os edifícios sinuosos que não permitem a passagem da luz solar, a grande quantidade de tubos subterrâneos e a pavimentação das estradas manifestam-se, no entanto, como contrariedades ao desenvolvimento de árvores antigas na Península.

Quando interpelado pela audiência sobre a preservação de árvores antigas na Ilha Verde e na Pavoação de Ká Hó, Leong Kun Fong afirmou que 12 árvores na Povoação de Ká Hó estavam já incluídas na lista. Quanto à Ilha Verde, Leong Wai Man, chefe do Departamento do Património Cultural, retorquiu que, sendo uma área particular, de momento não faz parte da lista. Contudo, acrescentou que a Ilha Verde é considerada relíquia cultural e é totalmente protegida.

Ao Ieong Un Fong, chefe da Divisão de Espaços Verde e Jardins do Instituto para os Assuntos Cívicos, afirmou por sua vez que este ano foram detectados apenas dois casos de árvores danificadas devido a obras de engenharia. Os exemplares foram removidos na sua totalidade e o IACM reportou os incidentes à Polícia Judiciária. As inspecções de árvores em espaços públicos são realizadas anualmente e, caso sejam encontradas pragas ou doenças, o gabinete prossegue com inspecções pontuais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s