Novas estações postais abrem portas no final de 2017

As novas estações postais do Fai Chi Kei e do Terminal Marítimo da Taipa abrem portas em 2017, possivelmente no último trimestre. O concurso público para as obras será lançado no início do próximo ano. A informação foi avançada ontem ao PONTO FINAL por Derby Lau Wai Meng, directora dos Serviços de Correios de Macau.

1.Derby Lau.jpg

Sílvia Gonçalves

O mais tardar no último trimestre de 2017 deverão ser inauguradas as duas novas estações postais do território, uma localizada no Fai Chi Kei e uma outra no Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa. Os projectos estão concluídos e o concurso público para construção dos espaços será lançado no início do próximo ano. A garantia foi ontem dada ao PONTO FINAL pela directora dos Serviços de Correios de Macau, Lau Wai Meng. Entretanto, já a 18 de Novembro, é lançada uma emissão filatélica alusiva ao Grande Prémio, com uma tiragem de meio milhão de exemplares.

A inauguração da nova estação postal do Carmo, na Rua da Taipa, decorreu na semana passada, num edifício de traça portuguesa recuperado pela Direcção dos Serviços de Correios (DSC). A cidade dispõe agora de 14 estações e de dois quiosques postais, para além da Estação Central e do Centro de Tratamento e Distribuição de Correio. Mas a rede vai ser ampliada: “Estão previstas mais duas, no Fai Chi Kei e no Terminal Marítimo da Taipa. Conforme o nossos planos, em princípio vamos inaugurar estas duas estações postais em 2017”, adiantou ontem Lau Wai Meng, à margem das actividades comemorativas do Dia Mundial dos Correios, que se assinala a 9 de Outubro.

A abertura não deverá contudo acontecer no primeiro semestre do próximo ano: “Não posso garantir, porque depende da realização das obras. O projecto já está feito, mas temos que lançar o concurso das obras, e também tem que se avançar com os procedimentos necessários”, esclarece a responsável pelos Serviços de Correios. O próximo passo é o concurso, que acontece já no arranque do novo ano: “No início de 2017, para as obras. O projecto já está feito, agora estamos à espera de uma confirmação das Obras Públicas, porque precisamos de uma licença para iniciar as obras. Depois lançamos a consulta para a realização da obra, o convite a algumas empresas. A realização das obras se calhar será em 90 dias. Então espero que, se tudo correr bem, que acabem no último trimestre de 2017”.

As duas novas estações postais terão dimensões diferentes, o que se reflecte nos equipamentos introduzidos: “Uma é mais pequenina, a do Terminal Marítimo. Na do Fai Chi Kei também vamos equipar com caixas electrónicas para levantamento, o Serviço de Cacifo Electrónico, para facilitar a vida aos clientes, para que estes possam receber os objectos postais depois da hora de expediente”, assinala a directora.

Para o último trimestre de 2016, as atenções da Direcção dos Serviços de Correios estão voltadas para as novas emissões filatélicas. A próxima chega às estações postais da cidade a 18 de Novembro e tem por tema o Grande Prémio, que decorre no mesmo fim-de-semana: “Não são só as pessoas de Macau, temos clientes vindos de todo o mundo, especialmente do continente, temos muitos clientes. A próxima emissão será lançada a 18 de Novembro, a do Grande Prémio. Lançamos com o Instituto do Desporto. A tiragem será por volta de meio milhão.”

E será o bastante para dar conta da intensa procura? “Por enquanto chega, também não podemos emitir muito. Quanto mais raro, mais valioso. Se temos muita tiragem, os clientes acham que perde valor. Porque isto é uma coisa de coleccionadores, não pode ser uma coisa imensa”, defende Lau Wai Meng.

A responsável pelo Serviço de Correios avança algo mais sobre a vertente artística da nova emissão: “O artista é o Victor Marreiros, foi ele que desenvolveu esta emissão. É uma série composta por quatro selos e um bloco filatélico, então temos cinco imagens”, revela.

Lau Wai Meng procedeu ontem à entrega de prémios em vários concursos que envolveram as escolas locais, no âmbito das actividades comemorativas do Dia Mundial dos Correios. Entre eles, o programa de abonos da Caixa Económica Postal relativo ao ano lectivo 2015-2016: “Embora seja um prémio pequenino, tem um significado de encorajamento dos estudantes. São 1200 patacas para cada aluno. Eles foram os melhores alunos, indicados pelas suas escolas. São 43 alunos do ensino secundário, de diferentes escolas, cada escola só pode apresentar um candidato”, explica. O programa de celebrações da DSC prossegue a 9 de Outubro, data em que se assinala o Dia Mundial dos Correios.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s