Governo promete revisão de sistemas meteorológicos e do sinal de chuva intensa

 

As autoridades do território estão a trabalhar no sentido de melhorar os sistemas de análise meteorológica com o objectivo de prever com maior rigor as consequências das tempestades tropicais. A garantia foi reiterada por Fong Soi Kun na resposta a uma interpelação escrita da deputada Ella Lei.

1-macau

O Governo está a trabalhar na revisão dos sistemas meteorológicos para a medir a velocidade do vento e no sistema de sinal de chuva intensa para fornecer um serviço mais eficaz à população. A garantia foi feita pelo director dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos, Fong Soi Kun, em resposta a uma interpelação escrita da deputada Ella Lei Cheng I relativa à passagem pelo território do tufão Nida, em Agosto.

“Os dados das estações meteorológicas de Macau são um dos elementos referenciais para a emissão dos sinais de tempestade tropical. A superfície de Macau é muito pequena e aliada ao efeito de duplicação dos sistemas metrológicos em diferentes escalas, tornar-se difícil distinguir influências dos diversos sistemas meteorológicos”, explicou Fong Soi Kun.

“No entanto, esta Direcção, vai realizar uma revisão abrangente, de acordo com a necessidade do desenvolvimento social, para proporcionar um melhor serviços à população”, prometeu o responsável.

Esta foi a forma do director responder à questão da deputada sobre se iam ser definidos critérios claros para o içar dos diferentes sinais de tufão perante as condições atmosféricas e velocidade dos ventos.

Sobre o sinal de chuva intensa, Ella Lei defendeu que o padrão actual para lançar o alerta –  que acontece quando a precipitação atinge o valor de 50 mm – é muito rigoroso e perguntou se ia ser revisto.

Em resposta a esta questão, Fong Soi Kun explicou que os serviços estão “a estudar os dados de precipitação e a rever a situação de emissão do sinal de chuva intensa nos últimos anos em Macau, a fim de, futuramente, melhorar a emissão do sinal de chuva intensa”. Esta revisão tem como objectivo garantir que se oferece “um melhor serviço meteorológico à população e aos sectores sociais, a fim de poder tomar medidas atempadas para responder ao mau tempo”, frisou.

A passagem do tufão Nida por Macau levantou vários dúvidas junto da população, uma vez que ao contrário das regiões vizinhas, a RAEM apenas içou o sinal 3, enquanto as outras içaram o sinal 8. A velocidade dos ventos na travessia das pontes, que afectou principalmente os condutores dos motociclos, foi um dos factores que levantou maior polémica.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s