Caxemira: Investida indiana mata dois soldados paquistaneses

A Caxemira voltou ao longo dos últimos dias a ser palco de uma escalada de violência. Na última madrugada, uma troca de tiros de artilharia entre os exércitos de Nova Deli e de Islamabad custou a vida a dois soldados paquistaneses.

1-caxemira

O exército indiano anunciou esta quinta-feira que conduziu “ataques cirúrgicos” ao longo da fronteira de facto com o Paquistão, em Caxemira, para frustrar uma série de ataques que estavam a ser planeados contra importantes cidades.

“Algumas equipas de terroristas posicionaram-se em plataformas de lançamento ao longo da Linha de Controlo”, disse o tenente-general Ranbir Singh, o director-geral das operações militares do exército, em referência à fronteira não oficiosa na dividida região de Caxemira.

“O exército indiano levou a cabo ataques cirúrgicos na noite passada nessas plataformas de lançamento. Baixas significativas foram causadas a estes terroristas e àqueles que estão a tentar apoiá-los”, disse o mesmo responsável, aos jornalistas, em Nova Deli.

Caxemira registou, há uma semana, o incidente mais grave dos últimos 15 anos com o ataque a uma base militar indiana por rebeldes alegadamente apoiados pelo Paquistão. O ataque custou a vida a 18 soldados.

O exército indiano atribuiu o ataque ao grupo rebelde Jaish-e-Mohammad, com base no Paquistão, que já tinha sido implicado num ataque, em Janeiro, a uma base da força aérea indiana em Pathankot, no estado do Punjab, no norte do país, no qual morreram sete soldados.

Diferentes grupos separatistas combatem, há várias décadas, a presença do exército indiano na região, onde estão estacionados perto de meio milhão de soldados, para exigir a independência do território ou a integração no Paquistão. Na sequência dos ataques ontem desencadeados, o exército paquistanês acusou as forças militares de Nova Deli de terem matado dois dos seus soldados: “As tropas paquistanesas responderam ao fogo indiano disparando sem provocação na linha de controlo”, disse o exército paquistanês, em comunicado, acrescentando que a troca de tiros, que durou entre as 02:30 e as 08:00 da manhã locais, provocou dois mortos entre o destacamento militar do Paquistão.

Nova Deli e o Islamabad reivindicam a soberania em toda esta região montanhosa, dividida entre os dois países após o fim do domínio britânico em 1947. Dezenas de milhares de pessoas, na grande maioria civis, morreram no conflito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s